PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus: China fecha Disney em Xangai e parte da Grande Muralha

Muralha da China - iStock
Muralha da China Imagem: iStock
do UOL

Do UOL, em São Paulo

24/01/2020 07h40

A China anunciou hoje o fechamento de trechos da Grande Muralha, assim como de monumentos emblemáticos de Pequim, em meio às medidas adotadas para controlar a propagação do coronavírus, que já matou 26 pessoas e infectou mais de 800.

Os túmulos da dinastia Ming e a floresta Yinshan Pagoda serão fechados a partir de amanhã, informou a autoridade encarregada destes locais.

O Estádio Nacional de Pequim, conhecido como Ninho de Pássaro, construído para os Jogos Olímpicos de Pequim em 2008, teve suas portas fechadas hoje. O McDonald's suspendeu as operações em cinco cidades da província de Hubei, de acordo com comunicado divulgado, diz a CNN.

O governo também suspendeu as comemorações do Ano Novo chinês. "Neste ano, o Ano Novo está causando muito medo", comenta um motorista de táxi de Wuhan - cidade de 11 milhões de habitantes que está isolada desde ontem. "Não saímos mais por conta do vírus", diz.

Na estação ferroviária de Wuhan, poucos passageiros encaravam o risco de voltar para casa. "Que escolha eu tenho? É o Ano Novo Chinês. Temos que ver nossa família", disse um viajante que chegava chamado Hu.

Disney de Xangai também é fechada

A Disney de Xangai anunciou que vai fechar temporariamente a partir de amanhã por causa da preocupação com a propagação do coronavírus.

Em um comunicado, o parque informou que a medida foi tomada para ajudar na "prevenção e controle do surto da doença e para garantir a saúde e segurança de nossos hóspedes e funcionários".

Ainda de acordo com a nota, o parque informou que vai continuar a monitorar a situação e estará em contato com as autoridades locais. Só depois disso anunciará a data de reabertura. Os hóspedes e visitantes serão reembolsados.

* Com informações da AFP , Reuters e RFI

Notícias