PUBLICIDADE
Topo

Miss Alagoas Mundial morre carbonizada em acidente de carro em SC

A modelo Adrielle Oliveira tinha 19 anos - Instagram @_adrielleoliveira_
A modelo Adrielle Oliveira tinha 19 anos Imagem: Instagram @_adrielleoliveira_
do UOL

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Maceió

14/12/2019 16h45

Resumo da notícia

  • Adrielle de Oliveira Gomes, de 19 anos, morreu carbonizada em acidente envolvendo seis veículos, em Capão Alto (SC)
  • Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o acidente ocorreu no quilômetro 269 da BR-116. A colisão envolveu três caminhões e três carros
  • Adrielle estudava jornalismo e morava em Lages (SC) havia dois anos
  • Os pais da modelo vão viajar a Santa Catarina para fazer o reconhecimento do corpo por meio de exame de DNA

A modelo Adrielle de Oliveira Gomes, de 19 anos, Miss Alagoas Mundial 2019, morreu carbonizada em acidente envolvendo seis veículos, ocorrido ontem na BR-116, em Capão Alto (SC). No acidente, cinco pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas, sendo uma em estado grave. A jovem morava em Lages (SC) havia dois anos e estava viajando para um sítio, onde passaria o fim de semana com amigos.

Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o acidente ocorreu por volta das 6h40 de ontem no quilômetro 269 da BR-116. A colisão envolveu três caminhões — de Sananduva (RS), Flores da Cunha (RS) e Belo Horizonte (MG) — e três veículos - dois de Lages (SC) e um de Bento Gonçalves (RS).

O veículo em que Adrielle estava, um Uno, foi atingido por um caminhão e pegou fogo. Os cinco ocupantes do carro morreram carbonizados, dentre eles Adrielle Oliveira, como era conhecida no mundo da moda. Quatro ocupantes do segundo veículo, com placa de Lages, ficaram feridos, sendo um em estado grave, de acordo com a PRF. Os demais ocupantes dos outros veículos não se feriram.

Colisão envoleu três caminhões e três carros, segundo a Polícia Rodoviária Federal - Polícia Rodoviária Federal
Colisão envoleu três caminhões e três carros, segundo a Polícia Rodoviária Federal
Imagem: Polícia Rodoviária Federal
A concessionária Arteris Planalto Sul, responsável pela rodovia, informou que o Corpo de Bombeiros levou os feridos para o Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, em Lages. O UOL entrou em contato com o hospital, mas foi informado que a unidade hospitalar não iria divulgar informações sobre o estado de saúde dos feridos.

Estudante de Jornalismo

Adrielle estudava jornalismo e morava em Lages (SC) havia dois anos. Ela se mudou de Satuba (AL), na região metropolitana de Maceió, para Lages quando o pai dela, Adriano Oliveira, conseguiu um emprego como preparador físico de um time de Lages. O contrato dele acabou, mas Adrielle optou por continuar em Santa Catarina para dar prosseguimento ao curso e porque a região Sul daria mais oportunidades para a carreira de modelo.

on my mind

Uma publicação compartilhada por Adrielle Oliveira (@_adrielleoliveira_) em

O pai da modelo contou que a filha chegaria a Maceió nesta segunda-feira (16) para passar as festas de fim de ano com a família. Agora, os pais vão viajar a Santa Catarina para fazer o reconhecimento do corpo por meio de exame de DNA. Eles embarcam nesta segunda-feira, com viagem custeada por amigos.

Filha mais velha, Adrielle tem um irmão de 17 anos e uma irmã de 9 anos. Ela nasceu em Satuba (AL), região metropolitana de Maceió, e participou de vários concursos de beleza e moda em Alagoas. Era a Miss Alagoas Mundial 2019, mas não chegou a concorrer à etapa nacional porque optou por participar da seletiva da agência de modelos Joy Model Management.

"No Sul tem agências internacionais, e o foco dela era a passarela. Minha filha estava muito feliz, num momento especial, pois ela passou na seletiva da Joy e ficou entre as 25 melhores, na final. Ela estava indo andar a cavalo com as amigas e essa tragédia aconteceu. Uma amiga dela me ligou avisando", contou Oliveira.

A Joy Model Management publicou uma foto lamentando a morte de Adrielle e destacou que ela foi uma das finalistas do concurso The Look of The Year 2019. Na publicação, a agência afirma que a modelo era um "ser humano iluminado" e que "seguirá brilhando em nossos corações."

A família da modelo está preocupada porque não tem como arcar os custos do traslado do corpo de Santa Catarina para Alagoas. O corpo deverá ser enterrado no cemitério municipal de Satuba. O pai da modelo contou que entrou em contato com uma funerária e o orçamento é de R$ 10 mil.

"Não temos esse valor e estamos pedindo ajuda a amigos para trazer o corpo da minha filha para a cidade em que ela nasceu. Se eu pudesse, enterraria ela num cemitério lindo, mas será aqui em Satuba mesmo", disse o pai da modelo.

Doações podem ser feitas para a conta corrente da mãe da modelo, Aldenice Tavares da Silva Gomes. Seguem os dados abaixo:

Banco Brasil
CPF 889.516.854-20
Agência 3183-6
Cc 46884-3
Aldenice Tavares da Silva Gomes

Notícias