PUBLICIDADE
Topo

Após acordo, EUA e China miram 2ª fase de negociações

13/12/2019 20h21

PEQUIM E WASHINGTON, 13 DEZ (ANSA) - Os governos de Estados Unidos e China anunciaram nesta sexta-feira (13) um acordo sobre o texto da primeira fase das negociações comerciais entre os dois países e fecharam uma trégua na guerra tarifária que esfriou a economia global nos últimos meses.   

Segundo o vice-ministro chinês do Comércio, Wang Shouwen, o pacto entre Pequim e Washington inclui o reforço da proteção da propriedade intelectual, a ampliação do acesso de empresas americanas ao mercado do país e a salvaguarda das companhias estrangeiras presentes no gigante asiático.   

O texto é dividido em nove pontos: preâmbulo, propriedade intelectual, transferência de tecnologia, produtos alimentares e agrícolas, serviços financeiros, taxas de câmbio, expansão do comércio, resolução das controvérsias e cláusulas finais.   

A sobretaxa alfandegária de 15% sobre US$ 160 bilhões em importações chinesas, que entraria em vigor no próximo domingo (15), foi suspensa. As tarifas já vigentes serão removidas em "fases graduais", segundo Wang, mas o presidente Donald Trump disse que a maior parte das taxas segue valendo e será usada como "arma" nas próximas negociações.   

"Iniciaremos as tratativas da segunda fase imediatamente. Não esperaremos as eleições de 2020", ressaltou o magnata. Pequim já prometeu aumentar "significativamente" a importação de produtos americanos, especialmente no setor agrícola.   

Trump trava uma guerra comercial com a China desde o ano passado e acusa o país asiático de roubar tecnologia e violar a propriedade intelectual de empresas americanas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias