PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

"Cantor das Farc" é 1º ex-guerrilheiro a ser eleito prefeito na Colômbia

28/10/2019 00h17

Bogotá, 27 out (EFE).- Guillermo Enrique Torres Cueter, conhecido na época de combatente como "Julián Conrado", ou "Cantor das Farc", ganhou neste domingo as eleições para prefeito de Turbaco, cidade vizinha de Cartagena das Índias, e se tornou o primeiro ex-guerrilheiro das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia a assumir a chefia de governo de um município no país.

Torres, da coalizão Partido Colômbia Humana - União Patriótica, conseguiu 21.466 votos, o equivalente a 50,07% do total, contra 21.466 (31,91%) de Leonardo Enrique Cabarcas, da legenda Mudança Radical, que ficou em ssegundo.

"Eleitoralmente, nós turbaqueiros estamos dando uma tremenda surra nos corruptos", comemorou o prefeito eleito ao comentar o resultado no Twitter.

O "Cantor das FARC", como era chamado por interpretar e compor músicas do gênero vallenato, popular na Colômbia, com letras de cunho social, disse à imprensa local que a sua melhor arma "sempre foi um violão".

A campanha do ex-guerrilheiro foi baseada na recuperação do meio ambiente e na melhoria do fornecimento de água potável para Turbaco, cidade de cerca de 70 mil habitantes onde fica a sede do governo do departamento (estado colombiano) de Bolívar.

Torres não se candidatou pelo partido Força Alternativa Revolucionária do Comum (Farc), no qual se transformou a ex-guerrilha de mesma sigla depois de deixar as armas, em 2017. A escolha foi por uma aliança de partidos de esquerda formada pelo movimento Colômbia Humana, do senador Gustavo Petro, e a União Patriótica (UP).

O partido Farc, que nas eleições legislativas de 2018 estreou nas urnas com um pobre resultado de 55.400 votos para o Senado, também não teve sucesso neste pleito.

As Farc não inscreveram candidatos a nenhum dos 32 postos de governador em disputa, apenas 16 - entre eles sete ex-guerrilheiros - a cargos de prefeito, mas não ganhou nenhum. EFE

Notícias