Topo

EUA contam com Turquia e curdos para evitar ressurgimento do EI

Em Washington (EUA)

23/10/2019 00h58

Os Estados Unidos contam com a Turquia e os combatentes curdos para lutar contra o ressurgimento do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) no norte da Síria, revelou nesta terça-feira um alto funcionário americano.

"Tanto a Turquia como as FDS (Forças Democráticas Sírias) têm lutado contra o EI", disse James Jeffrey, representante especial dos Estados Unidos para Síria e a coalizão anti-EI.

"Se não forem obrigados a combater entre si, podemos confiar em ambos contra o EI", declarou Jeffrey ao Comitê de Relações Exteriores do Senado americano.

"Fizemos um ótimo trabalho para deter este ataque" dos turcos. "A Turquia realmente não ganhou muito com isto", declarou em referência à ofensiva militar contra o nordeste da Síria.

Segundo Jeffrey, o número de vítimas curdas no avanço turco não passou de "algumas centenas", mas as forças de oposição sírias apoiadas pela Turquia "ao menos em uma ocasião cometeram um crime de guerra, e nos comunicamos com a Turquia para exigir uma explicação".

O governo em Ancara considera a milícias curdas como grupos "terroristas" e justificou a ofensiva para afastá-las da sua fronteira.

Nesta terça-feira, Rússia e Turquia anunciaram um acordo para o patrulhamento conjunto do nordeste da Síria visando garantir a saída das milícias curdas da região.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Notícias