Topo

Banco de desenvolvimento doa US$ 500 mil para combater incêndio na Amazônia

23.ago.2019 - Incêndio na Área de Proteção Ambiental Jamanxim, no município de Novo Progresso (PA) - Victor Moriyama / Greenpeace
23.ago.2019 - Incêndio na Área de Proteção Ambiental Jamanxim, no município de Novo Progresso (PA) Imagem: Victor Moriyama / Greenpeace

Panamá

24/08/2019 16h29

O Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) informou neste sábado (24) que doará US$ 500 mil a Brasil, Bolívia e Paraguai para o combate aos incêndios que estão destruindo milhares de quilômetros quadrados da Amazônia.

A organização multilateral manifestou em comunicado a "vontade e disposição de considerar uma linha de emergência para contar com um financiamento de rápido acesso em favor de Bolívia, Brasil e Paraguai para contribuir para a proteção da população e da biodiversidade, assim como para a recuperação das áreas afetadas".

"Desejo expressar nossa solidariedade aos povos de Bolívia, Brasil e Paraguai diante daqueles que foram afetados e dos sérios danos à biodiversidade, a animais, florestas, cultivos e pastos", disse na nota o presidente-executivo do banco, Luis Carranza.

O CAF, que foi constituído no ano de 1970 e cuja sede regional fica na Venezuela, é integrado atualmente por 19 países (17 da América Latina e do Caribe, além de Espanha e Portugal) e 13 bancos privados.

A principal missão da instituição é promover o desenvolvimento sustentável e a integração regional, mediante o financiamento de projetos dos setores público e privado, a cooperação técnica e oferta de outros serviços especializados, segundo a organização.

Queimadas na Amazônia: crise tem Bolsonaro culpando ONG e crítica de Macron

UOL Notícias

Mais Notícias