Topo

Primeiro-ministro do Canadá apoia Macron sobre Amazônia: "Precisamos agir"

5.jul.18 - Premiê canadense Justin Trudeau responde a repórteres após encontro com premiê de Ontario, Doug Ford - Chris Young/The canadian Press/AP
5.jul.18 - Premiê canadense Justin Trudeau responde a repórteres após encontro com premiê de Ontario, Doug Ford Imagem: Chris Young/The canadian Press/AP
do UOL

Do UOL, em São Paulo

22/08/2019 23h34

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, mostrou apoio ao presidente da França, Emmanuel Macron, sobre as queimadas na Amazônia. O francês disse que o assunto deve ser discutido no próximo encontro do G7 - que reúne os presidentes de EUA, Reino Unido, França, Alemanha, Itália, Canadá e Japão - no próximo fim de semana.

"Nossa casa está queimando. Literalmente. A floresta amazônica, pulmão que produz 20% do oxigênio do nosso planeta, está em chamas. Isso é uma crise internacional. Membros do G7, vamos discutir essa emergência de primeira ordem em dois dias", escreveu Macron no Twitter.

Trudeau respondeu o tuíte do presidente francês e disse, também na rede social: "Eu não podia concordar mais, Macron. Fizemos muitos trabalhos para proteger o meio ambiente no G7 ano passado em Charlevoix e precisamos continuar neste fim de semana. Precisamos agir pela Amazônia e pelo nosso planeta - nossos filhos e netos estão contando conosco".

Após a publicação de Macron, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou que a postura do francês "evoca mentalidade colonialista descabida no século XXI".

Mais Notícias