Topo

Coppolla: "Hoje vimos uma tremenda covardia, mas covardia do sequestrador"

Reprodução
Imagem: Reprodução
do UOL

Do UOL

20/08/2019 11h57

Comentarista do programa Morning Show, Caio Coppolla elogiou a ação policial durante o sequestro a um ônibus ocorrido na manhã de hoje, no Rio de Janeiro, onde 39 pessoas foram mantidas reféns na ponte Rio-Niterói. O sequestro terminou com o criminoso morto após disparos realizados por um atirador de elite da Polícia Militar.

"É uma tremenda covardia, uma covardia da parte do sequestrador, naturalmente, que fique bem claro. A polícia agiu bem em neutralizar essa ameaça à vida das vítimas."

Logo no início de sua participação no programa matinal, Coppolla defendeu e relacionou o aumento da força policial à queda do número de militares abatidos e o aumento do número de mortes de suspeitos no estado:

"Em ações da polícia o número de suspeitos mortos nos seis primeiros meses deste ano aumentou de 669 para 881. Já os dados envolvendo mortes de policiais mostraram uma queda de 63%. No primeiro semestre do ano passado eram 15 mortos. Já neste ano, no mesmo período, o número despencou para sete."

A análise de Coppolla ainda salientou que, atualmente, para cada policial assassinado, 125 criminosos são mortos.

Ao final de seu depoimento, Caio ainda finalizou: "Os números acompanham uma tendência nacional. No Brasil todos os indicadores de violência contra a vida diminuíram no primeiro trimestre do governo. O aumento da efetividade policial deixa claro que violência não se combate com jingle desarmamentista."

Mais Notícias