Topo

Wall Street ronda estabilidade com queda de ações de ferrovias sob impacto de disputa EUA-China

17/07/2019 11h59

Por Medha Singh

(Reuters) - Os índices acionários dos Estados Unidos tinham poucas variações nesta quarta-feira, ao passo que fraqueza ligada a comércio abalou o lucro da CSX Corp, levando a um declínio nas ações de ferrovias e compensando ganhos nos papeis da Abbott e Qualcomm.

Às 11:58 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,24%, a 27.270 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,280955%, a 2.996 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuava 0,16%, a 8.210 pontos.

As ações da CSX registravam a queda mais acentuada do índice de referência, despencando 8,3% após a companhia reportar lucro trimestral abaixo do esperado e cortar sua projeção de receita para o ano.

As rivais Union Pacific Corp e Kansas City Southern perdiam 5,3% e 4%, respectivamente. Ambas companhias reportarão resultados nesta semana.

As perdas da CSX também pressionavam o índice de transportes do Dow Jones, que caía 2,5%, e o setor industrial do S&P 500, que perdia 1%, maior queda dentre os 11 setores do S&P que operavam em baixa.

No entanto, a Abott Laboratories subia 4% após a fabricante de dispositivos médicos superar as estimativas de lucro trimestral e elevar sua previsão de lucro ajustado para o ano. Era o maior impulso ao S&P 500.

Desde uma queda acentuada em maio, os principais índices de Wall Street têm subido para máximas recordes por expectativas de cortes de juros pelo Federal Reserve.

No entanto, o nervosismo voltou aos mercados na terça-feira após o presidente norte-americano, Donald Trump, ameaçar tarifar outros 325 bilhões de dólares em bens chineses.

Mais Notícias