Topo

Navios atacados no Golfo de Omã atracam nos Emirados Árabes

2019-06-16T12:57:00

16/06/2019 12h57

Cairo, 16 jun (EFE).- Os dois navios que sofreram um suposto ataque no Golfo de Omã na última quinta-feira, do qual os Estados Unidos responsabilizam o Irã, se encontram nos Emirados Árabes Unidos (EAU), assim como seus tripulantes, como confirmaram neste domingo a empresa que opera um dos navios e as autoridades iranianas.

A companhia que opera o petroleiro japonês "Kokuka Courageous", a BSM Ship Management, informou hoje em um breve comunicado em seu site que a embarcação chegou com segurança ao seu ponto de ancoragem em Kalba, nos EAU.

"A avaliação dos danos e os preparativos para transferir a carga a outro navio começarão assim que as autoridades portuárias concluírem seus procedimentos de segurança padrão e suas formalidades", detalhou a empresa, que tem sede na Alemanha.

Além disso, a BSM Ship Management afirmou que a tripulação permanece a bordo do "Kokuka Courageous" e que todos os seus integrantes estão bem.

Por sua vez, a agência semioficial de notícias iraniana "ISNA", informou que o outro navio que sofreu explosões na quinta-feira, o norueguês "Front Altair", deixou as águas iranianas no sábado à noite, e seus 23 tripulantes também deixaram o país e se dirigiram a Dubai. EFE

Mais Notícias