Topo

Ex-ministro principal da Escócia Alex Salmond é detido

24/01/2019 08h52

Edimburgo (Reino Unido), 24 jan (EFE).- O ex-ministro principal do Governo da Escócia Alex Salmond foi detido e deve comparecer diante do Tribunal de Sheriff de Edimburgo ao longo do dia, informou nesta quinta-feira a polícia.

"Podemos confirmar que um homem de 64 anos foi detido e acusado e foi enviado um relatório ao promotor", disse um porta-voz da polícia da Escócia, que não especificou os crimes pelos quais é acusado.

Desde agosto, as autoridades investigam Salmond por duas denúncias de suposto assédio sexual, apresentadas por duas mulheres que foram suas funcionárias durante o período que esteve à frente do Governo regional (2007-2014), acusações que ele nega.

As autoridades ainda não informaram sobre as acusações que pesam sobre o ex-dirigente escocês, que, segundo a televisão escocesa "STV", não se encontra sob custódia policial.

Após ser revelado em agosto que o Governo autônomo tinha posto em mãos da polícia duas denúncias por suposto assédio sexual, o ex-dirigente criticou a instituição por considerar que não tinha recebido um tratamento justo durante a investigação interna.

No começo de janeiro, Salmond ganhou a batalha judicial contra o Executivo de sua sucessora, Nicola Sturgeon, já que o tribunal civil do mais alto nível da Escócia decidiu que a administração infringiu suas próprias diretrizes ao designar como responsável da investigação uma pessoa que teve um "envolvimento prévio" no caso.

Esta decisão se centrou totalmente na atuação do Gabinete regional e não tem relação com a investigação que a polícia está fazendo sobre as denúncias de suposto assédio sexual.

De acordo com a imprensa local, os fatos denunciados ocorreram supostamente em 2013 na Bute House, a residência oficial do ministro principal em Edimburgo.

Salmond, que é considerado uma das grandes figuras do movimento independentista escocês, foi ministro principal da região até 2014, depois que no referendo de independência do Reino Unido 55% dos escoceses rejeitaram a separação.

Este resultado desencadeou sua renúncia, e desde então a cadeira de Salmond é ocupada por Sturgeon, que está à frente do Governo e do Partido Nacionalista Escocês (SNP). EFE

Mais Notícias