PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Britney Spears quer fim de tutela, mas enfrentará obstáculos para se libertar

24/06/2021 12h49

Por Jill Serjeant

LOS ANGELES (Reuters) - Britney Spears deixou claro que está frustrada com o acordo judicial que controla sua vida há 13 anos, mas precisará ter paciência para recuperar a liberdade.

Especialistas legais dizem que encerrar uma tutela indicada por um tribunal é algo mais fácil de falar do que fazer. A cantora de 39 anos terá que convencer uma juíza de que é capaz de administrar seus assuntos pessoais e bens avaliados em cerca de 60 milhões de dólares, de acordo com documentos jurídicos.

"Uma vez que uma pessoa está sob tutela, é difícil sair dela, porque o tribunal não quer retirar estas proteções e ver o tutelado sendo explorado", disse Christopher Melcher, advogado de direito de família de Los Angeles.

"A pessoa teria que demonstrar que isso não é mais necessário".

Em comentários emotivos e raivosos à juíza que supervisiona seu caso, Britney descreveu a tutela na quarta-feira como abusiva, idiota, constrangedora e desmoralizante.

A intérprete de "Piece of Me" implorou para o arranjo ser encerrado sem ter que passar por novos testes psicológicos.

"Não quero ser avaliada, ter que sentar em uma sala com pessoas quatro horas por dia, como fizeram comigo antes", disse. "Se consigo trabalhar e proporcionar dinheiro e trabalhar por mim mesma e pagar outras pessoas, não faz sentido".

A tutela começou em 2008, quando Britney sofreu um colapso mental. A natureza de sua doença mental nunca foi revelada.

A juíza Brenda Penny a elogiou por sua coragem ao se manifestar, mas disse que a artista precisa apresentar uma petição à corte pedindo o fim da tutela antes de quaisquer outros passos. Nenhuma data nova foi marcada.

(Por Jill Serjeant, Lisa Richwine e Rollo Ross)

Notícias