PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Vaquinha para bebê vítima de ataque em SC triplica meta e é encerrada

O menino de um ano e oito meses foi ferido na bochecha, lábios, barriga e teve uma perfuração em um dos pulmões - Alcebíades Santos/HC
O menino de um ano e oito meses foi ferido na bochecha, lábios, barriga e teve uma perfuração em um dos pulmões Imagem: Alcebíades Santos/HC
do UOL

Colaboração para o UOL

13/05/2021 20h55

Uma vaquinha virtual criada para arrecadar dinheiro e ajudar no tratamento do bebê de um ano e oito meses, que sobreviveu ao ataque à creche em Saudades, em Santa Catarina, foi finalizada após triplicar a meta estabelecida em menos de 24 horas. O valor estimado para as despesas médicas era de R$ 30 mil.

Com 12 horas no ar, o montante já tinha passado de R$ 80 mil. Agora, são R$ 93.544,96 arrecadados, ou seja 312% acima do esperado. Em uma mensagem no site, a equipe responsável pela vaquinha informa que encerraram a campanha a pedido da família, que já está bem feliz com o valor arrecadado.

"Nunca imaginávamos que seriam tantas doações. Só temos a agradecer", disse a mãe da criança, Adriana Hubler, 35, ao jornal O Globo.

Segundo ela, esse valor será usado para a saúde e segurança do filho. "E o que não usarmos vamos ajudar outras pessoas também", acrescentou. O menino teve ferimentos na bochecha, lábios, barriga e uma perfuração em um dos pulmões. Por isso, ficou internado por cinco dias, até receber alta no último domingo, Dia das Mães.

O ataque que matou três crianças e duas mulheres aconteceu no CEI (Centro de Educação Infantil) Pró-Infância Aquarela. Todas as vítimas foram golpeadas com uma arma branca, tipo facão.

O autor, de 18 anos, deixou o HRO (Hospital Regional do Oeste), em Chapecó, ontem. Ele ficou internado desde 4 de maio, após ter esfaqueado seis pessoas e ter tentado se matar. Ele prestou depoimento à Polícia Civil na segunda-feira (10) e assim que deixou a unidade de saúde foi levado para o Presídio de Chapecó.

Notícias