PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Rainha Elizabeth II encoraja britânicos a se vacinarem contra a covid

25/02/2021 21h51

Londres, 26 Fev 2021 (AFP) - A rainha Elizabeth II encorajou seus compatriotas britânicos a se vacinarem contra a covid-19, afirmando que a injeção não "doeu nada" e que é preciso "pensar nos outros".

A monarca de 94 anos disse que se sentiu "protegida" depois de ser vacinada em janeiro, assim como seu marido, o príncipe Philip, de 99 anos.

A rainha fez estas declarações durante uma videochamada na última terça-feira com autoridades de saúde responsáveis pela campanha de vacinação nas quatro nações que constituem o Reino Unido (Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte).

Mais de 18 milhões de pessoas receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19 no Reino Unido, onde a campanha de vacinação começou em dezembro. A intenção do governo é que todos os adultos recebam pelo menos uma dose da vacina até o final de julho.

A taxa de aceitação da vacinação é muito alta no Reino Unido, em torno de 90%, mas algumas minorias estão relutantes em se vacinar.

Quando solicitada a contar sobre sua experiência com a vacinação, a monarca respondeu que tinha sido "muito rápido".

"Foi muito rápido e recebi muitas cartas de pessoas que ficaram muito surpresas com a facilidade de se vacinar. E a injeção não doeu nada", lembrou a rainha, citada pelo Palácio de Buckingham.

"Obviamente é difícil para as pessoas se nunca foram vacinadas, mas devem pensar nos outros mais do que em si mesmas", continuou, antes de comparar o coronavírus a uma "praga" que está varrendo o mundo.

O filho mais velho de Elizabeth II, o príncipe Charles, que teve covid no ano passado, foi vacinado, assim como sua esposa, Camila. O príncipe William, neto da rainha, declarou na segunda-feira que estará "em primeiro na fila" para receber a vacina para mostrar que é segura, mas irá "esperar a (sua) vez".

pau/gmo/mr/erl/am/mvv

Notícias