PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Mulher fala em 'milagre' depois de ter carro arrastado 50 metros por trem

do UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

26/10/2020 11h19Atualizada em 26/10/2020 12h23

Luciane Aparecida ganhou atenção na internet com um vídeo que viralizou no último final de semana: o de seu carro sendo arrastado por um trem após "morrer" em cima de uma linha férrea.

A cena foi gravada em Barra Mansa, cidade no sul do Rio de Janeiro. A mulher, que estava no volante, era acompanhada pelo marido, que desceu do veículo para tentar empurrá-lo, com a ajuda de um ciclista que esperava a passagem do trem. Apesar das tentativas, a dupla não conseguiu desenguiçar o carro, que acabou sendo atropelado com Luciane ainda dentro.

"Estou aliviada, viva. Estava descendo a ladeira e, quando parei, o trem já estava muito próximo. Fiquei muito nervosa e perdi o controle. Não sabia se eu parava ou continuava. Cheguei em cima da linha e o carro simplesmente morreu", contou ela no "Encontro" da manhã de hoje.

Na conversa com Fátima Bernardes, o casal contou que o carro foi arrastado cerca de 50 metros. Eles ainda não sabem se o veículo sofreu perda total, já que depois do acidente, na sexta-feira (23), os dois ainda não pensaram no lado burocrático, graças ao estado de choque.

Segundo Luciane, apesar do susto, ela e o marido não sofreram nem ferimentos leves. Ela disse que os dois não ter escutaram o aviso sonoro sobre a aproximação do trem até já estarem presos em cima da linha, e lembrou que o marido pensou que ela tivesse morrido com o impacto.

"Eu saí tranquila. Meu marido chegou com as mãos na cabeça, estava olhando para dentro do carro e eu já estava fora. Na cabeça dele eu estava morta. Estou com sentimento de gratidão, mas também triste pelo estrago do carro. Mas foi um milagre!", afirmou.

"Levei meu pensamento a Deus. Achei que dali não sairia com vida. Foi uma providência divina", concluiu.

Notícias