PUBLICIDADE
Topo

Caixa: 4ª parcela dos R$ 600 para quem recebe Bolsa Família começa dia 20

Carla Araújo

Jornalista formada em 2003 pela FIAM, com pós-graduação na Fundação Cásper Líbero e MBA em finanças, começou a carreira repórter de agronegócio e colaborou com revistas segmentadas. Na Agência Estado/Broadcast foi repórter de tempo real por dez anos em São Paulo e também em Brasília, desde 2015. Foi pelo grupo Estado que cobriu o impeachment da presidente Dilma Rousseff. No Valor Econômico, acompanhou como setorista do Palácio do Planalto o fim do governo Michel Temer e a chegada de Jair Bolsonaro à Presidência.

do UOL

Do UOL, em Brasília

14/07/2020 12h14

A Caixa Econômica Federal informou que começará na próxima segunda-feira (20) o pagamento da quarta parcela do auxílio emergencial de R$ 600 para os beneficiários do Bolsa Família.

Assim como nos meses anteriores, os indivíduos que estavam no programa assistencial possuem um calendário distinto dos demais trabalhadores para receber as parcelas.

Também ficou definido que, no caso do Bolsa Família, as duas parcelas que o governo resolveu ampliar no benefício serão de R$ 600.

Para os demais públicos do benefício, ainda será detalhado se haverá fracionamento das parcelas.

A extensão do benefício foi anunciada no dia 30 de junho, em cerimônia no Palácio do Planalto. No entanto, não houve um detalhamento dos calendários e nem do formato final de pagamento.

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, ao estender por mais dois meses a medida, evitaram mudanças no formato do auxílio para não ter a necessidade de uma nova aprovação da medida no Congresso.

O modelo de pagamento defendido por Guedes, no entanto, prevê um escalonamento para surtir um "efeito psicológico" de saída da crise.

Segundo fontes, a tendência é que, com exceção dos beneficiários do Bolsa Família, o pagamento para os demais públicos seja da seguinte forma: no começo de agosto os beneficiários receberão R$ 500 e no fim do mesmo mês um complemento de R$ 100. Em setembro, os R$ 600 serão divididos em duas partes iguais: ou seja R$ 300 no começo do mês e R$ 300 no fim.

Notícias