PUBLICIDADE
Topo

Igreja espanhola celebra missa pelas vítimas da pandemia

07/07/2020 06h00

Madri, 7 Jul 2020 (AFP) - A Conferência Episcopal Espanhola ofereceu nesta segunda-feira uma missa fúnebre para as vítimas do coronavírus na catedral de Almudena, em Madri, com a presença dos reis Felipe e Letizia e importantes líderes nacionais.

Os reis e suas filhas, Leonor e Sofia, vestiram luto na catedral de Madri, onde também estavam presentes a vice-presidente do governo, Carmen Calvo, a mais alta representante do poder legislativo e judicial, e a presidente regional de Madri, Isabel Díaz Ayuso.

Nos bancos da Almudena, os presentes usaram máscaras e mantiveram distâncias seguras. Foram convidados cerca de 70 parentes de vítimas da epidemia, que totalizam 28.388 na Espanha.

O presidente da Conferência Episcopal, Juan José Omella, disse ter sofrido pelas perdas como se fossem suas, sobretudo pela forma como ocorreram, "sem poder falar, sem poder dizer adeus".

Em sua homilia, o arcebispo de Madri, Carlos Osoro, criticou o amargo confronto que surgiu entre os representantes políticos espanhóis, com duros ataques entre o governo de esquerda e a oposição de direita.

"Diante do sectarismo, tensão, confronto, nessa pandemia, vimos quantas pessoas, fiéis e não fiéis, ofereceram o melhor de si e deram uma lição simples de solidariedade", afirmou.

A missa acontece dez dias antes da cerimônia de Estado organizada pelo governo espanhol em Madri para prestar homenagem às vítimas do coronavírus e ao pessoal público envolvido na luta contra a pandemia.

dbh/af/cc

Notícias