PUBLICIDADE
Topo

Ciclovias são apagadas para requalificação e invadidas por automóveis em SP

Diego Salgado

Repórter do UOL desde 2015, com passagens por Estadão e Portal 2014. Ciclista há 20 anos na cidade de São Paulo, já pedalou por 10 países e atravessou sozinho a América do Sul e a Europa. A Oceania é o próximo desafio.

do UOL

21/02/2020 14h27

Duas importantes ciclovias do centro de São Paulo foram apagadas nos últimos dias pela prefeitura para reestruturação. Sem indicação no asfalto e diante da demora para a conclusão do serviço, o espaço destinado a ciclistas foi invadido por automóveis há pelo menos duas semanas.

Dessa forma, os ciclistas têm encontrado dificuldades para passar pela rua Rêgo Freitas, na saída da rua da Consolação, e na avenida Duque de Caxias, logo após o cruzamento da avenida São João. É preciso agora lidar com a presença de automóveis.

O caso mais complicado é o da Duque de Caxias, pois a ciclovia tem duas mãos. O ciclista que vai em direção à avenida São João, portanto, vê os automóveis de frente. Sem a ciclovia, é perigosíssimo.

Em contato com a coluna Pedala, a Prefeitura afirmou que as duas ciclovias passam por um processo de reestruturação. E que ambas serão entregues em breve - a Secretaria de Mobilidade e Transportes não deu prazo para a conclusão das obras.

Na avenida Duque de Caxias, ciclovia foi invadida pelos carros mesmo com a placa de indicação - Diego Salgado/UOL
Na avenida Duque de Caxias, ciclovia foi invadida pelos carros mesmo com a placa de indicação
Imagem: Diego Salgado/UOL

A Prefeitura ainda ressaltou que "todas as vias que passam pelo processo de requalificação receberam faixas informativas alertando motoristas e ciclistas a respeito da obras". De fato, há uma faixa na entrada da Rêgo Freitas, mas não há no começo da Duque de Caxias.

Ainda de acordo com a Secretaria, a ciclovia da Rêgo Freitas continuará na mesma área, mas a da Duque de Caxias passará em breve para o canteiro central. Apesar disso, a Prefeitura mantém a placa que indica a presença da ciclovia, mesmo sem nenhuma indicação no chão.

"Enquanto não houver sinalização de rota exclusiva ao ciclista, este deve utilizar rotas alternativas ou a própria via respeitando as normas do Código de Trânsito Brasileiro, ocupando a faixa da direita e trafegando somente no sentido do viário", disse a Prefeitura em contato com a coluna Pedala.

Vale lembrar que a ciclovia da rua da Consolação, que liga o centro à avenida Paulista, foi reestruturada no fim do ano passado. O processo foi distinto no trecho. A Prefeitura retirou a indicação no chão, mas a nova pintura foi realizada pouco depois. Em menos de uma semana, a ciclovia voltou a figurar no local - o serviço foi realizado, inclusive, em horários alternativos.

No dia 13 de dezembro, a Prefeitura divulgou planos para a rede cicloviária de São Paulo. A ideia é requalificar 310 quilômetros de vias exclusivas para o tráfego de bicicletas. Segundo a Secretaria, haverá remanejamento de 12 km de ciclovias.

Ciclovia da rua Rêgo Freitas, no centro de São Paulo, foi apagada há duas semanas para reestruturação - Diego Salgado/UOL
Ciclovia da rua Rêgo Freitas, no centro de São Paulo, foi apagada há duas semanas para reestruturação
Imagem: Diego Salgado/UOL

Confira a resposta da Prefeitura na íntegra:

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes, informa que a ciclofaixa da Rua Rego Freitas passa por requalificação. A Avenida Duque de Caxias receberá nova estrutura cicloviária junto ao canteiro central, proporcionando mais segurança e conforto aos ciclistas. Os projetos serão implantados em breve.

Enquanto não houver sinalização de rota exclusiva ao ciclista, este deve utilizar rotas alternativas ou a própria via respeitando as normas do Código de Trânsito Brasileiro, ocupando a faixa da direita e trafegando somente no sentido do viário.

Reforçando que todas as vias que passam pelo processo de requalificação receberam faixas informativas alertando motoristas e ciclistas a respeito da obras nas ciclovias ou ciclofaixas.

Notícias