PUBLICIDADE
Topo

Presidente do BC do Japão diz que economia deve ter contraído no 4º tri por tufões

24/01/2020 10h11

Por Balazs Koranyi

DAVOS, Suíça (Reuters) - O presidente do banco central do Japão, Haruhiko Kuroda, afirmou nesta sexta-feira que a economia provavelmente sofreu uma contração no último trimestre do ano passado, devido principalmente ao efeito de uma série de tufões na produção industrial.

Como um país suscetível a desastres naturais, o Japão precisa fazer mais para mitigar os riscos associados à mudança climática, completou.

"No quarto trimestre do ano passado, a economia japonesa teve crescimento negativo...devido principalmente a dois tufões. Desastres naturais estão realmente se intensificando no Japão", disse Kuroda em seminário no Fórum Econômico Mundial de Davos.

"Acho que a economia japonesa é uma das mais eficientes em energia (no mundo). Mas ainda acho que (o Japão) precisa fazer mais para reduzir as emissões" e continuar a mitigar o risco da mudança climática, acrescentou.

Sobre a economia do Japão, Kuroda repetiu sua visão de que ela permaneceu em uma tendência de expansão moderada graças aos robustos gastos de capital e aumento da renda familiar.

Embora tenha alertado que um ambiente de taxa de juros baixa por muito tempo poderia ter efeitos negativos sobre o sistema bancário do país, Kuroda destaque a determinação do Banco do Japão em manter seu forte programa de estímulo.

Notícias