PUBLICIDADE
Topo

Veneza ativará barreiras contra inundações em 30 de junho

22/01/2020 13h08

VENEZA, 22 JAN (ANSA) - O consórcio responsável pela construção do Mose, rede de comportas que mira combater as inundações no centro histórico de Veneza, comunicou que a previsão é de que o sistema estará apto a funcionar para "emergências" a partir de 30 de junho.   

A data foi anunciada após os representantes do consórcio se reunirem com o prefeito de Veneza, Luigi Brugnaro, nesta quarta-feira (22). Durante o encontro, foi decidido que, no início, as comportas poderão ser operadas provavelmente para conter marés até 140 centímetros, embora a altitude e hora exata de funcionamento serão estabelecidas nas próxima reuniões. Em obras desde 2003, o projeto está previsto para ser concluído em dezembro de 2021, ao custo de 5,5 bilhões de euros, e é constituído de barreiras instaladas nos três acessos da Lagoa de Veneza ao Mar Adriático. As comportas são capazes de resistir a inundações de até três metros. "A atitude é muito boa. O Mose é um ótimo trabalho para enfrentar as águas altas, mas isso não basta. Conversamos sobre uma série de questões, incluindo o protocolo do lodo, e reiteramos a importância da continuidade do financiamento, a partir da lei especial", afirmou Brugnaro. Na semana passada, as autoridades de Veneza chegaram a realizar um teste do sistema Mose com sucesso. Na ocasião, as comportas foram acionadas na Bocca di Lido. Em dezembro, as comportas de Bocca di Malamocco, o acesso principal, já haviam sido testadas.   

A próxima fase de testes ocorrerá no dia 3 de março. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias