PUBLICIDADE
Topo

Fed confirma expectativas e mantém patamar dos juros nos EUA

11/12/2019 17h31

Washington, 11 dez (EFE).- O Federal Reserve (Fed), banco central dos Estados Unidos, decidiu nesta quarta-feira de forma unânime manter o patamar da taxas de juros no país entre 1,75% e 1,5% após três cortes consecutivos - como era esperado por muitos analistas - e salientou a boa situação da economia americana.

"A posição atual da política monetária é apropriada para sustentar a expansão da atividade econômica", informou o Comitê de Mercado Aberto do Fed em comunicado divulgado após a reunião de seus membros, que tradicionalmente é dividida em dois dias.

O texto ressaltou que a economia continua a crescer "moderadamente", estimulada pelo "forte boom de consumo", mas apontou que que o investimento empresarial e as exportações mostram "enfraquecimento".

O banco central atualizou também as projeções macroeconômicas, que não tiveram alterações em relação à reunião anterior. Para este ano, espera um crescimento de 2,2% do PIB americano e de 2% em 2020. Já a projeção para o desemprego permaneceu de 3,6% neste ano e de 3,5% em 2020.

O Fed prevê um leve aumento da inflação, de 1,5% ao ano no final de 2019 para 1,9% ao ano em 2020, ainda abaixo da meta anual de 2%.

A próxima reunião do banco central americano e primeira em 2020 está marcada para os dias 28 e 29 de janeiro. EFE

Notícias