PUBLICIDADE
Topo

Ataque a tiros durante protesto no Iraque mata 10 manifestantes

06/12/2019 17h22

Bagdá, 6 dez (EFE).- Ao menos 10 manifestantes morreram nesta sexta-feira em Bagdá, no Iraque, e 26 ficaram feridos em um ataque a tiros cometido por um grupo de homens não identificado na praça Al Khalani, que desde outubro é palco de protestos no país contra a corrupção e por melhores condições sociais.

Os números foram divulgados à Agência Efe por uma fonte do Ministério do Interior iraquiano, que também disse que os responsáveis pelo ataque chegaram à praça em caminhonetes.

Al Khalani fica perto de outra praça, a emblemática Tahrir, epicentro das recentes manifestações no país e que hoje reuniu milhares de pessoas que continuam a protestar apesar da renúncia em bloco do governo do primeiro-ministro Adel Abdelmahdi no último fim de semana.

Ativistas e jornalistas denunciaram a presença de apoiadores de partidos políticos e grupos xiitas - alguns deles integrantes de milícias pró-Irã - entre os manifestantes desde ontem, quando alegadamente atacaram alguns deles com facas.

Desde a sexta-feira da semana passada, por outro lado, não têm sido registrados confrontos violentos entre as forças de segurança e os manifestantes, como vinha ocorrendo desde o início dos protestos, em 1º de outubro.

O saldo de mortes nessas manifestações até hoje é de mais de 400, incluindo civis e policiais. Além disso, milhares de pessoas ficaram feridas, particularmente em Bagdá e em cidades do sul, de maioria xiita e ricas em petróleo. EFE

Notícias