Topo

Hacker é preso na Itália por roubar dados sigilosos

22/11/2019 13h20

ROMA, 22 NOV (ANSA) - Um homem de 66 anos foi preso nesta sexta-feira (22) na Itália como principal suspeito de ter hackeado centenas de credenciais para acessar informações confidenciais em computadores de instituições públicas.   

As autoridades identificaram o suspeito como "R.G", ele é natural da província de Turim e vivia na cidade de Impéria, na região da Ligúria.   

Segundo a polícia, o homem possui "alto nível de conhecimento em TI e inúmeros registros criminais".   

O hacker invadiu sistemas de computadores de diversas instituições, como o Instituto Nacional de Previdência Social (INPS) e o Automóvel Clube da Itália (ACI). Seu objetivo era roubar informações privadas e dados sigilosos.   

Ao lado de alguns cúmplices, que também foram detidos, o homem criou um banco de dados online ilegal que poderia ser consultado por qualquer pessoa que pagasse uma taxa.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias