Topo

Repórter é atingido por bala de borracha durante manifestação no Chile

Repórte é atingido por bala de borracha durante transmissão de manifestações no Chile - Reprodução/TN
Repórte é atingido por bala de borracha durante transmissão de manifestações no Chile Imagem: Reprodução/TN
do UOL

Do UOL, em São Paulo

22/10/2019 22h27

O repórter Ignacio "Nacho" Otero, do canal de notícias argentino TN, foi atingido por um tiro de bala de borracha enquanto trabalhava na transmissão das manifestações em Santiago, capital do Chile. O tiro acertou o braço direito do profissional. Apesar do susto, "Nacho" passa bem.

No momento do disparo, o repórter mostrava ao vivo confrontos entre a polícia e manifestantes. Foi nesse momento que um policial apareceu na imagem captada pela câmera, mirou em direção à equipe e atirou.

"É pequeno, mas...", disse, inicialmente. Após alguns segundos, "Nacho" tranquilizou os apresentadores que estavam no estúdio, em Buenos Aires. "Estamos bem, estamos bem."

As manifestações começaram por causa de um aumento de 30 pesos (R$ 0,20) no preço das passagens de metrô —já suspenso pelo governo—, mas também miram a desigualdade econômica e o sistema de aposentadorias do país.

O presidente Sebastián Piñera decretou estado de emergência em algumas zonas do Chile, inclusive Santiago, impôs toque de recolher e colocou o Exército nas ruas. Além disso, chegou a dizer que o país estava "em guerra" contra um "inimigo poderoso e implacável".

O governo do Chile anunciou nesta terça-feira (22) que a série de manifestações e saques iniciada no fim da semana passada já deixou 15 mortos e 2.643 feridos —entre eles, o repórter do canal TN.

Notícias