Topo

Roger Abdelmassih tem domiciliar revogada e terá que voltar para a prisão

20.ago.2014 -  O ex-médico Roger Abdelmassih foi condenado a 173 anos de prisão  - Ernesto Rodrigues/Folhapress
20.ago.2014 - O ex-médico Roger Abdelmassih foi condenado a 173 anos de prisão Imagem: Ernesto Rodrigues/Folhapress
do UOL

Do UOL, em São Paulo

17/10/2019 16h11Atualizada em 17/10/2019 16h50

O ex-médico Roger Abdelmassih teve revogado, na tarde hoje, o direito à prisão domiciliar humanitária. A decisão foi da juíza Andréa Barreira Brandão, da 3ª Vara de Execuções Criminais da Comarca de São Paulo.

A decisão, segundo o TJ-SP, foi tomada após realização de perícia médica que concluiu que o ex-médico pode continuar seu tratamento de saúde em regime fechado. Em nota, o órgão diz que ele está em condições de se consultar em um ambulatório

Abdelmassih foi condenado a 173 anos, seis meses e 18 dias de reclusão, em regime inicial fechado.

O UOL tenta contato com a defesa do ex-médico.

Notícias