Topo

Argélia celebrará eleições presidenciais em 12 de dezembro

15/09/2019 18h09

Argel, 15 Set 2019 (AFP) - As eleições presidenciais na Argélia serão realizadas em 12 de dezembro, anunciou neste domingo (15) o chefe de Estado em exercício, Abdelkader Bensalah, em um discurso à nação transmitido pela TV pública.

"Decidi que a data das eleições presidenciais será a quinta-feira, 12 de dezembro de 2019", declarou Bensalah que, segundo a Constituição, não pode se candidatar.

A data coincide com o prazo exigido pelo chefe de estado-maior do Exército, Ahmed Gaid Salah, verdadeiro homem forte do país desde a demissão forçada do presidente Abdelaziz Bouteflika em 2 de abril, após 20 anos no comando do país.

Bensalah, que assinou no domingo o decreto para convocar o corpo eleitoral, exortou os argelinos a "contribuir coletivamente (...) em 12 de dezembro próximo para escrever a história do seu país e escolher seu novo presidente".

O chefe de Estado interino chamou os argelinos à "mobilização para fazer deste ato o ponto de partida do processo de renovação da nação".

O general Ahmed Gaid Salah expressou recentemente ter certeza de que as eleições seriam realizadas em breve.

As presidenciais para escolher o sucessor de Bouteflika, inicialmente previstas para 4 de julho, tiveram que ser anuladas por falta de candidatos, ante as proporções do protesto que sacode o país desde 22 de fevereiro.

Mais Notícias