Topo

Moro elogia CCJ do Senado por aprovar criminalização do caixa dois

Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo
O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro Imagem: Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo

Gregory Prudenciano

São Paulo

2019-07-10T15:41:00

10/07/2019 15h41

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, foi ao Twitter para agradecer à CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado, que aprovou nesta hoje projeto que tipifica o crime de caixa dois eleitoral. A proposta é parte do pacote anticrime apresentado pelo ministro em fevereiro.

"A CCJ do Senado aprovou o PL 1.865/2019 que melhor criminaliza o caixa dois em eleições. É uma das propostas do pacote anticrime e que foi replicada no Senado. Parabéns aos Senadores que demonstraram o desejo de mudar o país para melhor, com mais integridade na política", escreveu Moro.

O ministro destacou que o projeto foi aprovado pela "maioria esmagadora" dos integrantes da CCJ e destacou os nomes de Simone Tebet (MDB-MS), presidente da comissão, e de Márcio Bittar (MDB-AC), relator do projeto.

Com a aprovação na CCJ, o projeto agora segue para a Câmara. Nesta terça-feira (9), o grupo de trabalho criado na Câmara para analisar os projetos anticrime de Moro decidiu tirar a prisão após condenação em segunda instância do pacote. Segundo a decisão, o tema deve ser tratado por meio de uma PEC (proposta de emenda à Constituição).

Sem citar nomes, Bolsonaro defende coragem de Moro por prender Lul

UOL Notícias

Mais Notícias