Topo

'Coletes amarelos' manifestam-se dispersos na França depois de três meses

2019-02-16T18:27:00

16/02/2019 18h27

Paris, 16 Fev 2019 (AFP) - Centenas de manifestantes do movimento dos "coletes amarelos" concentraram-se neste sábado em Paris e em várias cidades da França, três meses após o início deste protesto social contra o governo do presidente Emmanuel Macron.

O Ministério do Interior estimou em 41,5 mil o número de manifestantes em todo o país, 5 mil deles em Paris - número menor que na semana anterior.

Em Paris, os manifestantes concentravam-se na praça onde fica o Arco do Triunfo para descer pela famosa avenida Champs Élysees, antes de atravessar pontes sobre o Sena e prosseguir a manifestação em outras grandes avenidas da capital. .

Vigiada pelas forças de ordem, a manifestação acontecia em um ambiente tranquilo, apesar de algumas palavras de ordem mais agressivas.

Em outras cidades houve momentos de tensão, particularmente em Bordeaux (sudoeste), onde o movimento de protesto está bem estabelecido.

Várias colunas com milhares de manifestantes marcharam pelos bairros ricos da cidade proclamando "morte aos ricos". Os manifestantes então chegaram ao centro histórico onde houve confrontos com a polícia.

Segundo a polícia, havia cerca de 5 mil manifestantes nesta cidade.

Pelo menos 2 mil pessoas marcharam em Pontivy (oeste), um importante centro de protesto na região da Bretanha.

Em Toulouse, sudoeste, outro bastião de protesto, vários milhares de "coletes amarelos" se manifestaram.

No leste da França, os "coletes" voltaram a se reunir em várias localidades do departamento de Meurthe-et-Moselle. Em Estrasburgo, cerca de 110 manifestantes participaram da única concentração prevista para a manhã de hoje, segundo a polícia.

Os protestos, que contavam com um amplo apoio popular em seu início, começam a desmoronar. Pela primeira vez, a maioria dos franceses quer o fim da mobilização, segundo uma pesquisa Elabe divulgada esta semana.

burs-gde-cg/jt/lp/alm/pb/age/lb

Mais Notícias