Topo

Ministro diz que Ghosn renunciou a cargos na Renault

24/01/2019 08h09

O Ministro da Economia da França, Bruno Le Maire, informou que o executivo franco-brasileiro Carlos Ghosn, de 64 anos, renunciou aos cargos de presidente do conselho e CEO da montadora francesa Renault.

Le Maire fez o anúncio hoje (24), antes da reunião do conselho de administração da empresa que irá nomear o sucessor de Ghosn, agendada para esta quinta-feira. O governo francês é o principal acionista da Renault.

Ghosn está detido em Tóquio desde o dia 19 de novembro. Ele foi denunciado por quebra de confiança grave e omissão parcial de remuneração em demonstrações contábeis, no período em que foi presidente do conselho da montadora japonesa Nissan Motor.

Com informações da NHK (emissora pública de televisão do Japão)

Mais Notícias