PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Reino Unido anuncia 'histórico' acordo comercial pós-Brexit com Austrália

15/06/2021 07h27

Londres, 15 Jun 2021 (AFP) - Reino Unido e Austrália concluíram um acordo comercial "histórico" pós-Brexit, anunciou o governo britânico nesta terça-feira (15).

Este é o primeiro acordo comercial alcançado pelo Reino Unido que não consiste na renovação, ou na modificação de um já existente entre a União Europeia (UE) e outros países, afirmou um comunicado do gabinete do primeiro-ministro.

"Hoje se abre uma nova era nas relações entre o Reino Unido e a Austrália", com este acordo de livre-comércio, que oferece "possibilidades fantásticas para as empresas britânicas e para os consumidores", celebrou o primeiro-ministro Boris Johnson em um comunicado.

O premiê voltou a destacar seu projeto de uma "Global Britain", ou uma "Grã-Bretanha Global", com o qual tenta reafirmar o peso e a presença internacionais do país após a saída da UE.

Além do comércio, os dois países querem cooperar mais em matéria de segurança, mudança climática e tecnologia.

O líder britânico acertou os últimos detalhes deste pacto na segunda-feira à noite em Londres com seu colega australiano, Scott Morrison.

A ser publicado nos próximos dias, o acordo permitirá que todos os produtos britânicos entrem na Austrália com isenção de tarifas. Em 2020, as trocas comerciais entre os dois países representaram 13,9 bilhões de libras (US$ 19,6 bilhões).

- Proteger agricultores -O acordo também deseja proteger os agricultores britânicos, que estavam preocupados com a concorrência de produtos australianos, como carne bovina e de cordeiro, que têm normas sanitárias mais flexíveis, afirma o comunicado.

Assim, está previsto um limite às importações para o Reino Unido por um período de 15 anos.

Antes do anúncio, o ministro britânico encarregado da gestão das ações do governo, Michael Gove, enviou uma mensagem de tranquilidade para os agricultores.

"A maioria dos produtos australianos vai para a Ásia, é seu mercado mais próximo", explicou. "A quantidade de carne australiana que pode chegar ao Reino Unido é uma pequena parte de sua produção", insistiu.

O acordo inclui ainda um ponto sobre as viagens, o qual permitirá aos britânicos de menos de 35 anos viajar e trabalhar na Austrália mais livremente.

O governo também quer ajudar os produtores britânicos a encontrar outros destinos para seus produtos, como, por exemplo, na região do Pacífico.

Londres tem a expectativa de que este acordo abra mais facilmente as portas do acordo comercial transpacífico. Este pacto reúne 11 países, que aceitaram abrir o processo de adesão do Reino Unido no início de junho. Entre eles, estão México, Peru, Chile, Japão, Canadá, Vietnã e Austrália.

O acordo transpacífico (CPTPP, na sigla em inglês) é a nova versão do Acordo de Parceria Transpacífico (TPP), do qual o republicano Donald Trump retirou os Estados Unidos após chegar à Casa Branca em 2017.

Londres saiu oficialmente da UE em 2020 e abandonou o mercado único no começo de 2021. Desde então, vem multiplicando os contatos para conseguir fechar acordos comerciais pós-Brexit com outros países.

O Reino Unido já tem pactos comerciais com a UE e com o Japão e está negociando com a Índia e a Nova Zelândia. Também estão previstas negociações com Canadá e México.

Conta ainda com um acordo comercial com os Estados Unidos. Não houve avanços bilaterais até o momento, porém, e o tema não foi abordado no encontro entre Johnson e o presidente americano, Joe Biden.

jbo/ved/clp/bl/me/tt

Notícias