PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Laura Pausini ganha Globo de Ouro e agradece Loren e Itália

01/03/2021 07h43

NOVA YORK, 1 MAR (ANSA) - A música "Io Sì", interpretada pela italiana Laura Pausini, ganhou o Globo de Ouro de Melhor Canção Original no fim da noite deste domingo (28). A trilha faz parte do longa "Rosa e Momo" ("La Vita Davanti a Sé"), de Edoardo Ponti, e é fruto da colaboração entre Pausini, Diane Warren e Niccolò Agliardi.   


"Nunca sonhei em ganhar um Globo de Ouro, não consigo acreditar.   


Dedico esse prêmio a todos aqueles que querem e merecem serem vistos e àquela jovem que há 28 anos ganhou Sanremo e nunca esperou chegar longe assim. Toda minha gratidão e respeito para a maravilhosa Sophia Loren, foi uma honra dar voz a sua personagem, para transmitir uma mensagem tão importante, de acolhimento e unidade", disse Pausini em seu discurso ao receber a honraria.   


A cantora também agradeceu "à Itália, à minha família, a todos que me escolheram e escolheram minha música e me ajudaram ser quem sou hoje". "E também à minha filha, que quero que a partir de hoje lembre da alegria aos meus olhos, esperando que cresça e continue sempre a acreditar em seus sonhos", acrescentou.   


Pausini ainda destacou o fato de ser a primeira mulher a ganhar um Globo de Ouro "com uma trilha toda em italiano". Essa foi a primeira colaboração entre a cantora italiana e Warren, a compositora norte-americana que já foi indicada 11 vezes aos Oscar.   


"Rosa e Momo", disponível na Netflix, é uma adaptação do livro de Romain Gary, e conta a história de Loren (Madame Rosa), uma sobrevivente do holocausto e ex-prostituta que cuida da família, ao adotar Momo (Ibrahima Guye), um órfão de imigrantes senegaleses que perde a mãe de maneira violenta e comete pequenos furtos em Nápoles.   


Premiações - A 78ª edição do Globo de Ouro 2021 foi realizada de maneira virtual por conta da pandemia de Covid e anunciou os vencedores dos prêmios dados pela Associação da Imprensa Estrangeira em Hollywood.   


Os principais vitoriosos foram "Nomaland" (Melhor Filme - Drama e Melhor Direção), "Soul" (Melhor Animação e Melhor Trilha Sonora) e "Borat: Fita de cinema seguinte" (Melhor Filme - Comédia ou Musical e Melhor ator em Comédia ou Musical para Sacha Baron Cohen).   


Entre as séries, a maior vencedora foi "The Crown", com quatro prêmios, seguida por "O Gambito da Rainha" e "Schitt's Creek", com dois cada.   


Já o ator Chadwick Boseman, que faleceu no ano passado, foi homenageado com um prêmio póstumo pro sua atuação em "A Voz Suprema do Blues".   


Outro destaque foi o prêmio de melhor direção para a chinesa Chloe Zhao, em "Nomaland". A diretora é a primeira mulher asiática a ganhar o prêmio e a segunda mulher na história da premiação a levar a estatueta como melhor diretora. (ANSA).   


Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Notícias