PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Movimento suprapartidário faz ato pró-impeachment de Bolsonaro em Brasília

Manifestantes empunhando cartazes realizam um ato pela vacinação e pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília - Gabriela Biló/ESTADÃO CONTEÚDO
Manifestantes empunhando cartazes realizam um ato pela vacinação e pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília Imagem: Gabriela Biló/ESTADÃO CONTEÚDO

Gabriela Biló

Brasília

17/01/2021 19h26

Resumo da notícia

  • Ato pró-impeachment do presidente Jair Bolsonaro também defendeu vacina contra covid-19
  • Em performance artística, pessoa vestida de "morte" ia "matando" outros participantes do protesto
  • Na sexta-feira (15) partidos de oposição da Câmara anunciaram intenção de protocolar pedido coletivo de impeachment contra Bolsonaro

Cerca de 100 pessoas participaram na tarde deste domingo, 17, de um ato pró-impeachment do presidente Jair Bolsonaro e pela vacina contra covid-19, na Praça dos Três Poderes, em Brasília, em frente ao Palácio do Planalto.

O ato "Impeachment na Rua" foi organizado por um movimento suprapartidário e consistiu numa performance artística, em que uma pessoa vestida de "morte", carregando uma foice nas mãos, ia "matando" outros participantes do protesto.

Na última sexta-feira, 15, os partidos de oposição da Câmara anunciaram a intenção de protocolar um pedido coletivo de impeachment contra o presidente Bolsonaro, assinado por Rede, PSB, PT, PCdoB e PDT. Juntos eles reúnem 119 deputados.

A pressão nas redes sociais para que autoridades tomem providências contra o presidente também cresceu nos últimos dias, com a repercussão do colapso no sistema de saúde em Manaus. Na noite de sexta, foi realizado em vários pontos do País um panelaço contra o presidente.

Notícias