PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Governo da Holanda renuncia após escândalo envolvendo ajudas sociais

15/01/2021 11h51

O primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, confirmou a renúncia de seu governo nesta sexta-feira (15) devido a um escândalo no qual milhares de famílias foram injustamente acusadas ??de fraude em ajudas sociais para seus filhos. O premiê admitiu que o sistema "falhou terrivelmente".

O primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, confirmou a renúncia de seu governo nesta sexta-feira (15) devido a um escândalo no qual milhares de famílias foram injustamente acusadas ??de fraude em ajudas sociais para seus filhos. O premiê admitiu que o sistema "falhou terrivelmente".

Muitos pais de família foram forçados a devolver grandes quantias de dinheiro ao Estado e acabaram em ruína financeira. Alguns também foram alvo de investigação porque eram "estrangeiros", embora tivessem dupla nacionalidade.

"O jogo termina aqui", disse Rutte, em uma entrevista coletiva após uma reunião de crise de seu gabinete, em Haia. A coalizão de centro-direita no poder era composta por quatro partidos. O premiê disse que discutiu a situação com as siglas aliadas e que chegaram à conclusão que a responsabilidade no escândalo era conjunta, de todos. "Por isso, acabei de oferecer ao rei a renúncia de todo o gabinete", informou.

Rutte assumiu o poder em 2010 e era um dos líderes há mais tempo no poder na Europa. "O Estado de direito deve proteger seus cidadãos de um governo todo-poderoso, e aqui isso deu terrivelmente errado", admitiu.

A renúncia do governo ocorre apenas dois meses antes da data prevista para a realização de eleições na Holanda. O país luta contra os crescentes casos de coronavírus.

Rutte disse que o gabinete permanecerá no papel de "cuidador" da Holanda até a votação, prevista para 17 de março. Ele prometeu que fará "o que for necessário, no interesse do país". "Nossa luta contra o coronavírus continua", concluiu Rutte.

(Com informações da AFP)

 

 

Notícias