PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Policiais são presos por extorsão contra donos de veículos no RJ

Corregedoria Geral do Rio de Janeiro agiu contra policiais civis - Divulgação/Polícia Civil do Rio de Janeiro
Corregedoria Geral do Rio de Janeiro agiu contra policiais civis Imagem: Divulgação/Polícia Civil do Rio de Janeiro
do UOL

Colaboração para o UOL

03/12/2020 09h15

Cinco policiais do Rio de Janeiro foram presos hoje por suspeita de extorsão. O MP (Ministério Público) do estado e a Polícia Civil acreditam que eles cobravam propinas de proprietários de veículos envolvidos com algum tipo de irregularidade, no bairro do Campinho.

As investigações do caso tiveram origem em um acordo de colaboração premiada homologado pela 1ª Vara Criminal Regional de Jacarepaguá. O GAECO (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) e a Corregedoria Geral tiveram apoio da CSI (Coordenadoria de Segurança e Inteligência) para avançar no caso.

Hoje os policiais cumpriram os mandados de prisão e de busca e apreensão. Também houve quebra de sigilo de dados de aparelhos eletrônicos contra os denunciados. São 6 detidos ao todo, sendo que 5 são policiais.

De acordo com as investigações, os crimes teriam ocorrido a partir de 2015, inclusive dentro de uma sede policial - a 28ª Delegacia, na Zona Norte do Rio.

Os suspeitos supostamente atuavam com ameaças e restrição de liberdade das vítimas, se utilizando, para tanto, de viaturas e armas.

Estão denunciados, com pedido de prisão preventiva, os policiais Rogério Teixeira de Aguiar, Joel Tonassi de Oliveira, Vladimir Machado, Vinicius Lando Forni ("Gaúcho") e Leonardo Alexandre Silvano de Andrade. Outro suspeito, que não é policial, chama-se Carlos Augustus Lima da Cruz Junior.

Notícias