PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Sobe para nove número de migrantes mortos em naufrágio nas Canárias

25/11/2020 18h35

Arguineguin, Espanha, 25 Nov 2020 (AFP) - O balanço de migrantes mortos no naufrágio de uma embarcação na terça-feira em frente à ilha espanhola de Lanzarote subiu para nove, informaram nesta quarta (25) os serviços de emergência das Canárias.

O serviço 112 de emergências do arquipélago havia reportado antes oito mortos na costa de Órzola, ao norte da ilha de Lanzarote.

Um homem foi encontrado morto durante uma operação de salvamento de uma embarcação com 52 pessoas a bordo na madrugada de quarta-feira às 00h15 local (20h15 de terça, horário de Brasília) no sul da ilha Gran Canária, informaram na noite desta quarta os socorristas espanhóis à AFP.

Este óbito eleva o balanço de vítimas no acidente ocorrido na terça-feira com uma embarcação com migrantes em frente à ilha de Lanzarote, que subiu para oito com a descoberta na quarta de outros quatro corpos.

Na manhã desta quarta, a mesma organização havia reportado em sua conta no Twitter sobre a descoberta de outros quatro mortos após o naufrágio da embarcação precária em que viajavam às 16h30 de Brasília, pouco antes de chegar à terra.

Enrique Espinosa, gerente do consórcio de emergência e segurança de Lanzarote, anunciou 28 pessoas sobreviveram ao naufrágio. A embarcação partiu de Agadir, sul do Marroccos, a 400 km dali, há três dias.

As Canárias têm sido cenário de uma escalada de chegada de imigrantes africanos: mais de 18.000, cerca da metade no último mês, alcançaram o arquipélago este ano vindos da África em travessias perigosas pelo oceano Atlântico a bordo de embarcações precárias.

Diante da situação, que revive a crise de 2006, quando 30.000 migrantes desembarcaram nestas ilhas, o governo espanhol habilitou acampamentos temporários para acolher até 7.000 pessoas e lançou uma ofensiva diplomática em vários países africanos para evitar a saída de migrantes até as ilhas atlânticas.

du-pm/bc/mvv

Notícias