PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Representante da ONU pede 'respeito mútuo' após publicação de charges de Maomé

28/10/2020 22h05

Nações Unidas, Estados Unidos, 29 Out 2020 (AFP) - O Alto Representante das Nações Unidas para a Aliança das Civilizações, o espanhol Miguel Ángel Moratinos, fez um apelo nesta quarta-feira (28) em nota pelo "respeito mútuo por todas as religiões e crenças", sem mencionar as declarações do presidente francês, que defendeu o direito de caricaturar o profeta Maomé.

Moratinos "acompanha com grande preocupação as crescentes tensões e casos de intolerância desencadeados pela publicação de caricaturas satíricas do profeta Maomé, que os muçulmanos consideram um insulto e profundamente ofensivo", disse o comunicado divulgado por seu porta-voz.

"As caricaturas incendiárias também provocaram atos de violência contra civis inocentes que foram atacados por sua religião, crença ou etnia", lamentou o ex-ministro de Relações Exteriores da Espanha.

"Insultar religiões e símbolos religiosos sagrados provocam ódio e extremismo violento, levando à polarização e fragmentação da sociedade", acrescentou.

Durante uma homenagem nacional, o presidente da França, Emmanuel Macron, defendeu as charges de Maomé após um ataque islâmico contra um professor francês, Samuel Paty, que foi decapitado em 16 de outubro por mostrar desenhos satíricos do profeta em uma aula sobre liberdade de expressão.

As palavras de Macron provocaram manifestações em todo o mundo muçulmano, e uma campanha para boicotar os produtos franceses foi lançada em diversos países.

prh/cjc/gma/rsr/ic/mvv

Notícias