PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Carreta tomba e derrama 26 mil litros de combustível na BR-406 no RN

Parte do combustível derramou na pista e desceu para o rio Massaranduba, que abastece cidades da região metropolitana do RN - Hudson Silvestre/Via Certa Natal
Parte do combustível derramou na pista e desceu para o rio Massaranduba, que abastece cidades da região metropolitana do RN Imagem: Hudson Silvestre/Via Certa Natal
do UOL

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Recife

24/09/2020 00h47

Uma carreta-tanque que transportava cerca de 26 mil litros de óleo diesel tombou na BR-406, no município de São Gonçalo do Amarante (RN), região metropolitana de Natal, na noite desta quarta-feira (23). Parte do combustível derramou na pista e desceu para o rio Massaranduba, que abastece cidades da região metropolitana. O derramamento de combustível no manancial causou desastre ambiental ainda de proporção não avaliada, segundo o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte.

O acidente ocorreu no trecho do quilômetro 162, no distrito de Massaranduba. A carreta vinha sentido Natal e tombou 4km após o acesso do aeroporto de São Gonçalo do Amarante.

O trecho da BR-406 está interditado, pois há risco de explosão devido ao derramamento de combustível, segundo o C3R/RN (Centro de Comando e Controle Regional) da PRF (Polícia Rodoviária Federal).

O acesso ao município de Ceará-Mirim está interditado por conta do acidente. Não há previsão de liberação do trânsito na rodovia. As linhas de ônibus para Ceará-Mirim foram suspensas temporariamente até que a rodovia seja liberada. Os veículos que vão para Ceará-Mirim podem pegar vias alternativas,em estradas vicinais, mas há risco de assalto.

O desvio orientado aos motoristas que precisam sair ou chegar a Ceará-Mirim é seguir de Massaranduba em direção à Serrinha (RN), seguindo pelo povoado de Canto da Moça e saindo em direção à localidade de Santa Maria, até chegar ao município.

Equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte trabalham junto com a Polícia Rodoviária Federal para retirar o combustível e o caminhão da pista. Segundo a PRF, há filas quilométricas formadas por veículos que estão parados nos dois sentidos da rodovia devido ao bloqueio causado pelo acidente.

"Há filas formadas em ambos os sentidos, já que nenhum veículo passa. As equipes que estão no local informaram que existem outras alternativas para locomoção dos veículos, mas aumentam 10km da viagem", informou a PRF.

O motorista do veículo não se machucou, apesar do grave acidente. Ele relatou à polícia que perdeu o controle do veículo após um carro fazer uma ultrapassagem ilegal e se posicionar à frente da carreta. Para não colidir com a traseira do veículo, o condutor da carreta freou e perdeu o controle da direção, vindo a tombar na rodovia.

"O acidente também pode ser crime ambiental porque houve derramamento do combustível no rio. Estamos esperando a transportadora vir com outra carreta para remanejar o combustível que ficou no tanque para avaliarmos a situação", informou o sargento Dayvis, do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte.

Notícias