PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Setores mais afetados pelo distanciamento social seguem deprimidos, diz BC

Fabrício de Castro e Eduardo Rodrigues

Brasília

11/08/2020 12h56

O Banco Central avaliou nesta terça-feira, 11, por meio da ata do último encontro do Comitê de Política Monetária (Copom), que "indicadores recentes sugerem uma recuperação parcial" na atividade econômica brasileira. "Os setores mais diretamente afetados pelo distanciamento social permanecem deprimidos, apesar da recomposição da renda gerada pelos programas de governo", acrescentou o BC.

Ao avaliar o futuro da atividade econômica, o BC repetiu a ideia de que "a incerteza sobre o ritmo de crescimento da economia permanece acima da usual, sobretudo para o período a partir do final deste ano, concomitantemente ao esperado arrefecimento dos efeitos dos auxílios emergenciais".

Esta ideia já constou no comunicado divulgado na semana passada, quando o Copom reduziu a Selic (a taxa básica de juros) de 2,25% para 2,00% ao ano.

Notícias