PUBLICIDADE
Topo

Déficit orçamentário dos EUA salta em junho para US$864 bi, ante US$8 bi um ano antes

13/07/2020 15h29

WASHINGTON (Reuters) - O déficit orçamentário federal dos Estados Unidos saltou em junho para 864 bilhões de dólares, ante resultado negativo de um dígito no mesmo período do ano anterior, de 8 bilhões de dólares, em meio a elevados e contínuos gastos em programas de alívio contra os efeitos do coronavírus e a uma queda nas receitas com impostos individuais e corporativos, informou o Departamento do Tesouro nesta segunda-feira.

O déficit de junho elevou o déficit fiscal acumulado do ano a 2,7 trilhões de dólares, ofuscando em muito o recorde anterior, de 1,4 trilhão de dólares em 2009.

Alguns analistas preveem um rombo de até 3,8 trilhões de dólares no ano fiscal encerrado em 30 de setembro.

As despesas aumentaram 223%, para 1,1 trilhão de dólares, um crescimento recorde para qualquer mês. A maior parte do aumento de gastos decorreu dos 511 bilhões de dólares voltados para o programa de proteção a empregos (PPP, na sigla em inglês), criado em abril e projetado para manter as pequenas empresas em funcionamento, financiando empréstimos que são perdoáveis ​​se certos critérios forem atendidos.

Uma autoridade sênior do Tesouro afirmou a repórteres que, de acordo com as regras contábeis do governo norte-americano, os recursos foram registrados como despesas em junho, ainda que o Tesouro ainda não tenha liquidado o perdão desses empréstimos e que nem todos possam ser perdoados.

As receitas de junho caíram 28%, para 241 bilhões de dólares, reflexo das perdas de postos de trabalho em razão da pandemia do coronavírus, além também da extensão neste ano do prazo de declaração de impostos para julho, ante abril.

(Por Lindsay Dunsmuir)

Notícias