PUBLICIDADE
Topo

Universidade da Suíça oferece bolsas de MBA de R$ 140 mil para mulheres

Divulgação
Imagem: Divulgação
do UOL

Do UOL, em São Paulo*

05/07/2020 04h00

Estão abertas até 30 de setembro as inscrições para bolsas de MBA para mulheres, no International Institute for Management Development (IMD), localizado em Lausanne, na Suíça. Será concedida uma bolsa no valor de 25 mil francos suíços, equivalente a cerca de R$ 140 mil.

A iniciativa surgiu em 1997, quando ex-alunos do instituto uniram-se para estimular a presença feminina na escola suíça. O foco são candidatas de países em desenvolvimento, como é o caso do Brasil.

Como se inscrever nas bolsas de MBA para mulheres

Não há processo separado de candidatura à bolsa. As candidatas devem fazer o processo normal de application (que pode ser iniciado por meio deste link), e devem tambémn submeter um formulário padrão de "financial aid" do IMD. Junto a ele, deve ser submetido um "essay" de 750 palavras, em inglês, estabelecido pela iniciativa da Nestlé.

Este ano, o tema escolhido para as bolsas de MBA para mulheres é o seguinte:

"Muitos afirmam que maior diversidade nos cargos de liderança de uma organização é algo bom para os lucros e para os clientes. O que você recomendaria como forma de atingir uma diversidade maior?"

A melhor candidata inscrita até o dia 30 de setembro será chamada para a bolsa da escola suíça. Para saber detalhes sobre as bolsas de MBA para mulheres, basta acessar o site do instituto. Um ponto importante: como a iniciativa é estabelecida pela Nestlé, funcionárias da empresa (ou de suas subsidiárias) não são elegíveis para participar.

Sobre o IMD

O Institute for Management Development, ou IMD, possui um dos 25 melhores programas de MBA do mundo, de acordo com o ranking do "Financial Times", e é considerado uma das melhores escolas para quem deseja desenvolver uma rede de contatos forte. Entre seus ex-alunos estão CEOs de gigantes como Nestlé, Philips e T-Mobile.

* "Bolsas de MBA para mulheres em uma das melhores universidades da Suíça" foi originalmente publicado pelo portal Estudar Fora, da Fundação Estudar.

Notícias