PUBLICIDADE
Topo

Belém faz testagem em massa em comércio para medir índice de contaminados

Vendedor usa máscara no Mercado Ver-o-Peso, um dos locais onde foram feitos os testes - Nay Jinknss/Getty Images
Vendedor usa máscara no Mercado Ver-o-Peso, um dos locais onde foram feitos os testes Imagem: Nay Jinknss/Getty Images
do UOL

Do UOL, em São Paulo

02/07/2020 09h55Atualizada em 02/07/2020 20h03

O prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho (PSDB), anunciou hoje que iniciou uma testagem em massa no comércio popular da cidade. Os testes são uma medida para controlar a evolução da pandemia do coronavírus com a flexibilização das medidas de isolamento social. O comércio de rua foi reaberto na capital paraense ainda no início de junho.

Segundo Coutinho, 40 mil testes serão realizados em pessoas que trabalham na região da Rua João Alfredo e também nas feiras do Mercado Ver-o-Peso. Ainda de acordo com o prefeito, os testes realizados até aqui mostraram um alto índice de contaminação: 40%.

"Iniciamos uma pesquisa com 40 mil testes de covid e tivemos nos dois primeiros espaços que averiguamos, que é a João Alfredo, a principal rua do comércio, e a feira do Ver-o-Peso, que é a maior feira aberta da região amazônica, 40% em média de pessoas estavam contaminadas", disse o prefeito em entrevista à CNN Brasil.

"Ou seja, é um índice bem elevado, que demonstra uma imunização alta em Belém, que reduz também a expansão do vírus", acrescentou Coutinho, apostando na imunidade da população contra a covid-19 para controlar a pandemia com a reabertura das atividades comerciais. Não há nenhum estudo, porém, que confirme que quem já foi contaminado pelo coronavírus esteja completamente livre de um novo contágio.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde da cidade informou que, até ontem, foram aplicados 316 testes rápidos para covid-19 em ambulantes e 735 em feirantes do Ver-o-Peso.

"Por se tratar de uma pesquisa, o resultado será informado após o encerramento da amostra. Os voluntários que apresentam resultado positivo são informados de que já possuem anticorpos pela doença e que, embora estejam imunes, devem manter as medidas de prevenção e distanciamento. A Sesma ressalta que a terceira fase da pesquisa, direcionada para a população, está prevista para iniciar este mês, mas sem data definida."

Desde ontem, Belém liberou a volta parcial de restaurantes. Puderam voltar funcionar estabelecimentos na parte continental da cidade, além dos comerciantes que vendem refeições no Mercado Ver-o-Peso, conhecidos como "boieiras". Os restaurantes devem manter somente 40% de ocupação em seus espaços.

De acordo com os números da Sesma (Secretária Municipal de Saúde), até ontem Belém somava 1.907 mortes causadas pelo coronavírus e mais de 19.000 pessoas contaminadas, além de 16.080 pacientes recuperados.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado no texto, a prefeitura de Belém ainda não concluiu os 40 mil testes prometidos. Os 40% de infectados citados pelo prefeito dizem respeito ao número de testes aplicados até este momento, que totalizam 1.051. A informação foi corrigida.

Notícias