PUBLICIDADE
Topo

Rohani: iranianos terão de conviver com coronavírus por 'muito tempo'

06/06/2020 08h20

Teerã, 6 Jun 2020 (AFP) - O presidente iraniano, Hassan Rohani, alertou neste sábado (6) que a luta contra a COVID-19 está longe de ser vencida e pediu a seus compatriotas que se prepararem para viver "por muito tempo" com o coronavírus.

As pessoas não devem achar que "esta doença será eliminada em 15 dias, ou em um mês: temos que seguir as orientações (de saúde) por um longo tempo", disse Rohani durante a reunião semanal do comitê nacional para combater a pandemia, transmitida pela televisão pública.

Segundo o balanço oficial, a COVID-19 causou mais de 8.100 mortes no Irã, tornando a República Islâmica o país do Oriente Médio mais afetado pela pandemia.

O Irã viveu seu pior momento no início de maio e depois os contágios diminuíram.

A tendência de novos casos desta semana preocupou as autoridades, porém, que multiplicam os avisos e pedem à população que não esqueça de que a doença está presente.

"Não temos um caminho alternativo pela frente: precisamos trabalhar, nossas fábricas devem ser ativadas, as lojas devem abrir (...) e a luta contra o vírus também deve continuar", acrescentou Rohani.

Em meados de abril, o Irã começou a relaxar as restrições impostas contra a propagação da pandemia, e a maioria das 31 províncias do país retomou as atividades.

ap/mj/feb/mar/mis/tt

Notícias