PUBLICIDADE
Topo

De Porsche a Mercedes: apreensão por racha reúne carrões e modelos raros

Porsche 911 GT3 RS 2019 é o carro mais raro e caro apreendido na operação de ontem: tem apenas 14 unidades no País do mesmo ano/modelo. Custa cerca de R$ 1 milhão - Divulgação
Porsche 911 GT3 RS 2019 é o carro mais raro e caro apreendido na operação de ontem: tem apenas 14 unidades no País do mesmo ano/modelo. Custa cerca de R$ 1 milhão
Imagem: Divulgação
do UOL

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

29/05/2020 04h00

A operação "Party is Over" apreendeu ontem no Rio de Janeiro 23 carros envolvidos em rachas - além de cumprir 29 mandados de busca e apreensão em diferentes municípios do Estado. A iniciativa foi conduzida pelas polícias Civil e Rodoviária Federal.

UOL Carros teve acesso à lista completa dos automóveis, incluindo versão, ano e modelo. Somando os preços médios de cada um, de acordo com a Tabela Fipe, a frota totaliza cerca de R$ 3,7 milhões.

Estimativa da Polícia Civil, que solicitou à Justiça que os veículos sejam confiscados e levados a leilão, aponta valor ainda maior: aproximadamente R$ 5 milhões.

A relação de carros apreendidos inclui Honda City 2014, Chevrolet Astra 2000 e Volkswagen Golf 2002. Porém, predominam modelos potentes, alguns bastante raros e caros, flagrados acelerando em vias públicas em vídeos que circulam na internet, aos quais os investigadores tiveram acesso - e que serviram de base para a operação.

O carro mais exclusivo é um Porsche 911 GT3 RS preto 2018/2019, cujo proprietário, dono de uma concessionária localizada na Barra da Tijuca, na capital fluminense, foi preso por posse ilegal de arma - segundo a Polícia Civil.

Porsche GT3 RS apreendido RJ Operação Party is Over PRF Porsche GT3 RS 2019 traseira - Divulgação - Divulgação
GT3 RS pertence a empresário que tem loja de carros de luxo; ele foi preso por posse ilegal de arma
Imagem: Divulgação

De acordo com levantamento da consultoria Jato Brasil, hoje existem apenas 14 unidades licenciadas no Brasil do modelo 2019 - considerando outros anos de fabricação, há pouco mais de 50 exemplares do GT3 RS no País.

Esse Porsche é praticamente um carro de competição homologado para as ruas: para redução no peso, várias partes da carroceria são feitas de fibra de carbono, enquanto o aerofólio traseiro gigante não deixa mentir: é um carro veloz.

Traz motor 4.0 aspirado, que na configuração de fábrica rende 520 cv e 47,9 kgfm de torque, com tração traseira.

A Porsche informa que o cupê acelera de zero a 100 km/h em apenas 3,2 segundos e atinge velocidade máxima de 312 km/h. A tração é traseira. O preço? Cerca de R$ 1,3 milhão para o modelo 2019, sem incluir opcionais.

Esse mesmo Porsche aparece em gravações fazendo "zerinhos" defronte a uma praça de pedágio na BR-040, na Região Serrana do Rio, há cerca de um mês. Esse e outros veículos apreendidos participaram de um racha nessa rodovia.

Vídeos serviram de base para apreensões

apreendido RJ Operação Party is Over PRF BMW X1 - Reprodução - Reprodução
BMW X1 bateu em poste em rodovia da Região Serrana do Rio há 1 mês durante disputa de racha
Imagem: Reprodução

Foi por conta da disputa ilegal, amplamente registrada nas redes sociais, que as investigações que culminaram na operação tiveram início. Na ocasião, o BMW X1 de um dos participantes do racha bateu em um poste e o dono fugiu do local - também removeu o veículo da pista antes da chegada da perícia.

As apreensões incluem cinco unidades do Mitsubishi Lancer Evolution, sedã com tração nas quatro rodas que nasceu nas pistas de rali. O exemplar mais recente é branco, modelo 2015, que sem preparação extrai 340 cv e 48 kgfm de um motor 2.0 turbo com quatro cilindros.

O câmbio é automatizado com dupla embreagem e seis marchas. Na configuração citada, o Evolution sai da imobilidade e atinge 100 km/h em 5,9 segundos, com máxima de 242 km/h. A unidade 2015 tem preço médio de R$ 135,7 mil.

Porsche GT3 RS apreendido RJ Operação Party is Over PRF - Divulgação - Divulgação
Da esq. para a dir.: BMW M140i, Audi TT RS, Mitsubishi Lancer Evolution e Mercedes-AMG E 63
Imagem: Divulgação

Outro carro possante que agora está em poder da Polícia Civil é um Audi TT RS branco 2018, que custa aproximadamente R$ 365 mil. Versão topo de linha do cupê da marca alemã, é um carro rápido: precisa de apenas 3,7 segundos para chegar a 100 km/h e é capaz de atingir 280 km/h.

Para oferecer tanta performance, traz sob o capô o motor 2.5 turbo, com cinco cilindros em linha e números dignos de V8 aspirado: são 400 cv e 48,9 kgfm, gerenciados pelo câmbio de dupla embreagem e sete marchas, responsável por enviar a tração para as quatro rodas.

Custando R$ 185 mil, o BMW M140i 2017 azul recolhido pelos policiais é outra máquina possante. Trata-se da configuração mais forte do hatch médio, dotada de tração traseira e que traz propulsor 3.0 de seis cilindros em linha, que entrega 340 cv e 51 kgfm. De acordo com a BMW, atinge 250 km/h, limitados eletronicamente. Custa R$ 185 mil.

Também merece destaque o Mercedes-AMG E 63 prata 2010. Avaliado em R$ 153 mil, o sedã executivo de alto desempenho tem motor 6.2 V8 aspirado de 525 cv e 64,2 kgfm, enviados para as rodas traseiras. Apesar de pesar mais de 1,7 tonelada, consegue arrancar e chegar aos 100 km/h em meros 4,5 segundos.

A lista tem, ainda, duas unidades do Nissan 370Z Nismo, uma 2010 e outra 2011, e um Mercedes-AMG A45 2013.

Notícias