PUBLICIDADE
Topo

Covid-19: Doutor em química e professor de universidade pública morre no RN

Professor Luiz di Souza, 61, deixa 23 trabalhos publicados em periódicos internacionais - Aduern / Reprodução
Professor Luiz di Souza, 61, deixa 23 trabalhos publicados em periódicos internacionais Imagem: Aduern / Reprodução
do UOL

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Maceió

29/03/2020 19h32

O doutor em química Luiz Di Souza, 61, professor da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte, é a primeira vítima fatal da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, no estado.

Ele morreu na noite de ontem após quatro dias internação em um hospital particular em Mossoró (RN). A confirmação do teste positivo para a doença ocorreu na sexta-feira (27).

"Ele era uma pessoa bem ativa, mas diabético. Ele era muito alegre, comunicativo e estava à frente de um projeto excepcional que temos na universidade, um dos idealizadores, que é o grupo Fanáticos da Química. É um grupo de teatro que usa a química numa linguagem lúdica para difundir a ciência", afirmou ao UOL a coordenadora de comunicação social da universidade, Luziaria Machado.

Luiz não havia viajado ao exterior nem a nenhum estado com maior circulação do vírus. O governo estadual contabiliza 68 casos no Rio Grande do Norte.

Luiz tinha diabetes, doença crônica que aumenta os riscos diante da covid-19. Ele foi enterrado à 1h da madrugada de hoje, sem velório, logo após a liberação do corpo. A família do professor não quis falar com a imprensa.

Uma professora que participou de reunião com Di Souza no último dia 11 também se infectou com o novo coronavírus e está internada. Não se sabe se ela contaminou Luiz, se ele a contaminou, ou se cada um foi infectado independentemente.

Na Uern, circulam cerca de 4 mil pessoas, entre alunos, professores e funcionários.

"Uma professora que estava na mesma reunião também atestou positivo para o coronavírus, mas não há como definir se a infecção aconteceu de um para o outro ou se ocorreu nesta reunião. Entre os demais participantes da reunião, alguns relataram sintomas leves", disse em nota a Uern, destacando que apenas os dois casos testaram positivo para Covid-19.

A Uern está com as atividades suspensas desde o último dia 15.

"Antes mesmo do relato do quadro sintomático de qualquer servidor, quando não havia ainda nenhum caso suspeito em Mossoró, a universidade decidiu suspender as atividades presenciais, como medida preventiva à disseminação do vírus", destacou a Uern.

20 anos na universidade

Luiz Di Souza era doutor em química e professor da Uern havia 20 anos.

Formado em engenharia industrial química pela Faculdade de Engenharia Química de Lorena, Luiz também tinha mestrado e pós-doutorado.

Tinha experiência na área ambiental com pesquisas em monitoramento da qualidade da água e 23 trabalhos publicados em periódicos internacionais.

A universidade agradeceu, em nota, "a dedicação e o relevante trabalho em todos esses anos" que o professor desempenhou. A UERN decretou luto oficial com hasteamento da bandeira a meio mastro.

Notícias