PUBLICIDADE
Topo

Nissan confirma estreia do novo Versa no Brasil em junho; carro ficou maior

do UOL

Rodrigo Mora

Colaboração para o UOL, em Aguascalientes (México)

14/01/2020 15h23

A produção do Nissan Versa destinado ao mercado brasileiro começará no dia 30 de março, confirmou a UOL Carros Ivan D'Ávila, chefe de manufatura da planta de Aguascalientes, no México, de onde virá a nova geração do sedã.

Até que chegue ao país e abasteça as concessionárias, se vão cerca de dois meses. Sua estreia no Brasil está prevista para junho.

Maior em todas as dimensões, o novo Versa também virá mais equipado. Entre os equipamentos que nascem com o sedã - nem todos confirmados para o Brasil - estão os alertas de ponto cego, colisão frontal e e tráfego cruzado, câmera de visualização de 360 graus quando se engata a ré, entre outros.

O Versa mexicano não tem, mas o "brasileiro" terá ainda controle de velocidade de cruzeiro. Serão duas versões - possivelmente SV como a topo de linha e uma abaixo.

O motor é um 1.6 16V, de 120 cv e 15 kgfm de torque, acoplado a uma transmissão do tipo CVT ou manual, de cinco marchas - esta última opção também incerta para o mercado nacional. Nada de turbo.

Novo Versa 'espicha', mas fica atrás de Virtus

Nada como uma nova geração. Mais do que apresentar visual inédito, motores eficientes ou lista de equipamentos reforçada, um novo ciclo geralmente significa dimensões ampliadas.

Sinônimo de latifúndio na primeira geração, o Nissan Versa agora chega à segunda encarnação obrigado a ser melhor no que era campeão: espaço interno, praticamente sua única razão para existir - não foi por atributos visuais ou dinâmicos que o sedã somou 21.779 emplacamentos ao longo de 2019.

Pois além de mais bonito e confortável, o Versa também cresceu. Quase nada no comprimento - de 4,492 para 4,495 metros -, mas significantes 2 cm no entre-eixos (agora de 2,62 m), 5 cm na largura (1,74 m) e 22 litros no porta-malas (482 litros).

Como Versa se sai agora ante rivais?

É o mais comprido, o que lhe confere certa imponência e um quê de médio. Supera por pouco o Virtus, justamente o campeão do entre-eixos (2,65 m). Nessa medida, que define o espaço oferecido aos passageiros de trás, o Versa é o terceiro, atrás também do Renault Logan.

Na largura, que diz respeito ao espaço para ombros e braços, o Versa é o segundo mais amplo, abaixo novamente do rival da Volkswagen. No porta-malas, o Nissan acomoda menos do que Virtus, Renault Logan e Fiat Cronos, este o mais acolhedor de bagagens, com 525 litros.

No fim das contas, o Versa não é mais a maior referência em espaço interno, embora tenha crescido. Mas isso porque novos concorrentes surgiram - mirando justamente no que o sedã da Nissan tinha de melhor.

Quando tamanho é documento

Comprimento
Nissan Versa: 4,495 m
Volkswagen Virtus: 4,482 m
Chevrolet Onix Plus: 4,474 m
Toyota Yaris: 4,425 m
Fiat Cronos: 4,364 m
Renault Logan: 4,350 m
Ford Ka Sedan: 4,276 m
Hyundai HB20S: 4,260 m

Entre-eixos
Volkswagen Virtus: 2,651 m
Renault Logan: 2,635 m
Nissan Versa: 2,620 m
Chevrolet Onix Plus: 2,600 m
Toyota Yaris: 2,550 m
Hyundai HB20S: 2,530 m
Fiat Cronos: 2,521 m
Ford Ka Sedan: 2,490 m

Largura
Volkswagen Virtus: 1,751 m
Nissan Versa: 1,740 m
Renault Logan: 1,730 m
Chevrolet Onix Plus: 1,730 m
Toyota Yaris: 1,730 m
Fiat Cronos: 1,726 m
Hyundai HB20S: 1,720 m
Ford Ka Sedan: 1,695 m

Porta-malas
Fiat Cronos: 525 l
Volkswagen Virtus: 521 l
Renault Logan: 510 l
Nissan Versa: 482 l
Hyundai HB20S: 475 l
Toyota Yaris: 473 l
Chevrolet Onix Plus: 469 l
Ford Ka Sedan: 445 l

Notícias