PUBLICIDADE
Topo

Mais de 60 mortos em ataque jihadista a quartel em Níger

11/12/2019 18h42

Niamei, 11 dez 2019 (AFP) - Um ataque a uma base militar em Níger deixou mais 60 mortos nesta quarta-feira (11), informaram os serviços de segurança do país africano.

Na ação, que ocorreu na região de Inates, perto da fronteira com Mali (oeste), "os terroristas bombardearam o local com projéteis e morteiros, e as explosões de combustível e munições são a principal causa deste grande número de vítimas" entre os militares, acrescentou a fonte.

O presidente do Níger, Issoufou Mahamadou, "interrompeu sua participação na Conferência sobre Paz, Segurança e Desenvolvimento Sustentável na África, realizada no Egito, para retornar a Niamey (capital de Níger) por conta da tragédia", divulgou o governo através do Twitter.

Este ataque é o mais mortal sofrido pelo exército de Níger desde 2015, e ocorreu no dia seguinte a outro atentado contra um quartel em Agando, na região de Tahoua (oeste), também perto do Mali, no qual faleceram "3 soldados e 14 terroristas", segundo o Ministério da Defesa.

Na terça-feira, o conselho de ministros "prorrogou por um período de três meses" o estado de emergência decretado desde 2017 em vários departamentos de Tillaberi e Tahoua para tentar interromper as ações violentas.

Essa medida concede poderes adicionais às forças de segurança no local, incluindo a capacidade de solicitar buscas noturnas em residências.

bh-tfp/mb/jz/lca

Notícias