Topo

Suspeito é morto por segurança particular em bairro nobre de SP

do UOL

Luís Adorno

Do UOL, em São Paulo

13/11/2019 16h26Atualizada em 14/11/2019 12h06

Resumo da notícia

  • Suspeito tentou assaltar homem no Itaim Bibi por volta das 14h de hoje
  • Segurança da vítima reagiu, atirou e matou o suspeito, segundo a PM
  • Imagens de câmeras de segurança flagraram a ação

Um segurança particular matou um suspeito de tentar roubar uma mulher por volta das 14h10 de hoje no Itaim Bibi, bairro nobre de São Paulo. O suspeito fez a abordagem com um baú de entrega da marca Ifood. A empresa informou que o suspeito não prestava serviços via aplicativo.

Segundo a PM (Polícia Militar), "o criminoso, ao anunciar o roubo à mão armada, foi alvejado pelo segurança da vítima, morrendo no local dos fatos, na rua Clodomiro Amazonas".

Imagens de câmeras de segurança mostram que o suspeito chegou em uma motocicleta, vestido como um entregador de refeições. Ele teria sacado uma arma e, na sequência, o segurança atirou.

O suspeito ainda tentou correr para fugir dos tiros, mas foi atingido pelas costas. O resgate chegou a ser acionado, mas ele não resistiu aos ferimentos ainda na calçada do local.

A ocorrência está sendo apresentada nesta tarde no 15º DP (Distrito Policial), no Itaim Bibi. A Polícia Civil vai investigar se houve legítima defesa ou se houve homicídio.

Em nota, o iFood lamentou o ocorrido. "Assim que tomou conhecimento do Boletim de Ocorrência, iniciou apuração e constatou que o indivíduo não está cadastrado na plataforma e se passou por um falso entregador, utilizando equipamentos da marca obtidos de forma irregular", disse.

"A empresa segue à disposição das autoridades para colaborar com as investigações e reforça que esse tipo de conduta não representa seus valores e nem os da categoria de entregadores, que encontrou na prestação de serviço via aplicativos uma oportunidade de geração de renda", afirmou a empresa, em nota.

"O iFood reitera que repudia atos de violência e que valoriza a vida de seus colaboradores, terceiros, parceiros e fornecedores", complementou.

Polícia estoura bingo clandestino em bairro nobre de SP

Band Notí­cias

Notícias