Topo

Polícia prende 2 após homem roubar ambulância e atropelar pedestres em Oslo

22/10/2019 13h48

(Atualiza com a 2ª detenção)

Copenhague, 22 out (EFE).- A polícia norueguesa prendeu nesta terça-feira, em Oslo, um homem armado que havia roubado uma ambulância e atropelado várias pessoas ao subir com o veículo na calçada.

"Controlamos uma ambulância roubada por um homem armado. Foram feitos disparos para parar o criminoso, que não sofreu ferimentos críticos", detalhou pelo Twitter a polícia, que depois informou em entrevista coletiva sobre a detenção de uma mulher relacionada com o caso.

Várias pessoas foram atropeladas e tiveram que ser atendidas com ferimentos leves, mas só foram internados dois bebês de 7 meses que eram transportados pela mãe em um carrinho. Ambos estão fora de perigo.

"O que é especialmente grave e lamentável é que ele conduziu de forma deliberada o carro pela calçada para atropelar as vítimas ao acaso", disse em entrevista coletiva Johan Frederiksen, vice-inspetor-chefe da polícia de Oslo.

A polícia recebeu às 12h30 (hora local; 7h30 em Brasília) o aviso de um acidente em Oslo no qual um carro tinha capotado e um homem tinha escapado do local com uma arma, que foi apontada para várias pessoas durante a fuga.

O indivíduo, um norueguês de 32 anos e já conhecido pela polícia, expulsou os três ocupantes de uma ambulância e roubou o veículo, mas foi detido pelos agentes às 12h44.

"Ainda não sabemos qual foi o motivo do roubo. Também não interrogamos o homem", contou Grete Lien Metlid, chefe de Inteligência e Investigação da polícia.

Metlid revelou que a polícia trabalha com várias hipóteses e que na ambulância foram encontradas uma espingarda desmontada, uma pistola automática e uma grande quantidade de droga.

A polícia está a par das informações que apontam supostos vínculos dos detidos - a mulher, de 25 anos e norueguesa, também já era conhecida pela corporação - com a extrema-direita.

As autoridades norueguesas bloquearam diversas ruas e deslocaram helicópteros e vários grupos de agentes à região. O roubo aconteceu no centro de Torshov, um bairro localizado na zona norte de Oslo. EFE

Notícias