Topo

Após reunião com príncipe herdeiro saudita, Pompeo chega aos Emirados Árabes

19/09/2019 13h27

Cairo, 19 set (EFE).- O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, chegou nesta quinta-feira aos Emirados Árabes, após uma visita à Arábia Saudita para organizar com parceiros do golfo Pérsico uma possível resposta aos ataques cometidos no sábado passado contra duas refinarias da petroleira estatal saudita Aramco.

A emissora de TV saudita "Al Arabiya", com sede nos Emirados Árabes, exibiu imagens da chegada de Pompeo a Abu Dhabi e informou que o chefe da diplomacia americana se reunirá com os governantes locais. Na noite passada, o representante americano se reuniu em Jeddah com o príncipe herdeiro saudita, Mohammad bin Salman.

Pouco antes da chegada de Pompeo, os Emirados Árabes anunciaram que se juntariam à coalizão naval impulsionada pelos EUA para a segurança no golfo Pérsico, "em apoio aos esforços regionais e internacionais para dissuadir as ameaças à navegação marítima e ao comércio mundial e para assegurar o fluxo de abastecimento de energia à economia global", segundo a agência de notícias "WAM".

A Arábia Saudita anunciou na quarta-feira que também integrará essa missão, que tem como objetivo "proteger os interesses" dos membros da aliança, assim como os navios mercantes que passam pelos corredores marítimos, uma região que abrange os estreitos de Ormuz e Bab al-Mandeb, o mar de Omã e o golfo Pérsico.

A ideia dessa missão naval surgiu após o aumento da tensão em águas do Golfo desde maio passado. A chamada Operação Sentinela começou no final de agosto, com a participação de Reino Unido, Austrália e Bahrein, além dos Estados Unidos. EFE

Mais Notícias