Topo

'Franco-atirador' americano do Estado Islâmico é acusado em NY

19/07/2019 13h52

Nova York, 19 Jul 2019 (AFP) - Um americano foi acusado, em Nova York, de ter integrado o grupo Estado Islâmico (EI), no qual chegou a ser "franco-atirador" de elite e "emir" - anunciou o Departamento de Justiça dos EUA nesta sexta-feira (19).

Nascido no Cazaquistão e nacionalizado americano, Ruslan Maratovich Asainov é acusado de "proporcionar apoio material" a uma "organização terrorista estrangeira", após ter sido capturado pelas Forças Democráticas Sírias, que o entregaram "recentemente" ao FBI, detalhou a pasta.

pmh/cyj/lda/dga/ll/tt

Mais Notícias